music

domingo, 5 de junho de 2016

Verdades D'verdades. (confiança)



O tamanho de uma confiança.


Todo senso tem um juíz,
todo rei tem um leão.
Todo sábio é aprendiz,
é todo dia uma nova lição.

Reina sobre todas as selvas,
o instinto de defesa.
Caminha taciturno sobre as relvas,
encoberto de incertezas.

Um homem e seu aliado,
somando suas forças.
As quais foram confiados,
entre uma vez é outra.

Sem que se saiba (a confiança)
foi ficando cada vez maior.
Sequer desconfiavam (dessa herança)
cedo ou tarde poderei ficar só!

E, se incumbistes ao alheio,
mais do que podes resistir?
O anunciado não é tão forte
como o traiçoeiro...
Confiança, não deve menosprezar o porvir.

Futuro é um distribuidor de sortes,
nunca se sabe o que virá.
Inevitável é apenas a morte,
independe do nosso desconfiar

...(não tem amigos por aqui, e nem hora marcada) 
 "Miseráveis homens somos, na terra do nada!"

Confiança? A tenha ponderada,
e, se essa for sempre fiel,
há de ser muito louvada,  
e entre nós dois não haverá réu.

Por favor e precaução, 
nunca retenhas ou deixes de oferecer confiança.

O senso do juízo, segue nessa direção.



(Lourisvaldo Lopes da Silva)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados