music

sábado, 11 de junho de 2016

Diário


 (..."
Quando se lembra, a saudade muda a cor,
não se esquece nunca tem renovação diária...
Quando se quer novamente, procura o amor,
ao  folhear as paginas de suas memórias!  

Como esquecer-te? 
Ou proibir-te as minhas lembranças?
Nestas eu posso te rever,
e reescrever minhas esperanças...

Querido diário que me transcreve,
todos os dias tens me lido...
Apenas recordações, não me servem,
preciso tê-lo aqui comigo!

Para confirmar-te um dia ao ao reler-te
estaremos juntos lado a lado...
E essa parte que escrevo hoje entre mim e ti,
será relida, quando ele estiver do meu lado.
"...)


(..."
Faz sentido que me impeças a paz?
Esses pensamentos que se ocupam,
a procuram-na "Ah quanto tempo faz"...
Que meus olhos te buscam.

"Como não descreve-la, paginas em branco?"
"E o coração quem dita as letras"...
 Versos meus (foram os desencontros!!!)
Tenho-na  relido todos os dias em minha cabeça.

Quero-te, não sei quando, mas a desejo aqui,
escrevo, e vou continuar...
Um dia em minha vida, ela volta a existir,
nunca haverá um dia sem me inspirar...

Dos dias que passei sozinho,
a via caminhando diante dos meus olhos,
me sentias um escriba apaixonado e seu pergaminho ,
assim a amarei, quando o tempo ditar nossa hora!
 "...)

 (Lourisvaldo Lopes da Silva)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados