music

quinta-feira, 16 de junho de 2016

Solidão azul (Prt:2)



Nas noites de lua

Não conseguistes tragar essa luz
Que sobre essa fonte se reflete, 
Banhando todo o teu corpo!
Nestas sombras (só) te acalentas...
São cantilenas distantes que a seduzem.
Meu amor (não é assim) que se esquece.
Nessa noite vestiremos um ao outro
Noites cinzas turvas e nossas tormentas.

Banha-te sozinha sob a luz da penumbra
Nas centelhas que lembram-te do meu amor.
Nascente minha, que se espalha pelo deserto
"Todas as partes de mim pedem-te ajuda!"
E todos os meus dias procuram-na em seu vigor
"Quase luz a me perder por este universo!"

Todo o meu eu se refez,  céu límpido
 desfilando ao meu olhar tão bela lua
de um azul escuro em uma noite clara.
Mesmo que eu adormeça sorrindo,
as cores dessa saudade, são as cores tuas
tento esquecer-te mas a noite não passa.


(Lourisvaldo Lopes da Silva)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados