music

segunda-feira, 16 de outubro de 2017


Evite pensar excessivamente em uma só coisa,
o seu cérebro não conseguirá encontrar novas soluções, se ele estiver sufocado.
Pra te falar a verdade "mesmo se ouvir de outra pessoa"
orientações e conselhos que podem ajudar a clarear as suas ideias,
(não conseguirá compreende-los)

Quando estamos abarrotados, ansiosos e inquietos,
ficamos demasiadamente desconcentrados...
Isso interfere diretamente na nossa capacidade de discernirmos,
o que está acontecendo a nossa volta.

E, pode ser que a saída esteja bem mais perto do quê imaginávamos...

Se concentre para compreender melhor,
o que dizem às pessoas que querem te ajudar...
Junte toda sabedoria que encontrar com a sua,
"maturidade e experiência" é chegada a hora
de sairmos ao campo de batalha com as armas certas.

Pense apenas o suficiente, e guarde o que decidir para usar nas horas certas.
Agora você terá mais tempo livre, para sonhar, pensar,
se dedicar, e se preparar para novos desafios.

Pense com muita calma,
e reaja com precisão.

Boa sorte a todos!


L.L.S "IN-REFLEXÕES (A cura da alma)

domingo, 15 de outubro de 2017

Saudade, em versos de amor...


Fostes! E não mais voltastes...

Pensante, eu fico a imagina-la
Ah! Meu amor."Eu estou perdido,
Não à alcanço mais!" Ó céu entristecido
   Todas, às suas estrelas, podes guarda-las...

Eu prefiro a lua solitária que chora
Observando os amantes, tristes e sozinhos
Q'me reencontrar novamente sozinho, n'aurora
Daquele dia... Amanhecendo, sem tê-la aqui.

Sentado na varanda, dos meus olhos, vazios
 Minha lamentável vida, se sente, desolada
E meu coração, dantes acalentado, sente frio

Peço a arfante brisa, que afague o meu corpo
E que me tragam novamente o perfume das flores
Que enfeitaram teus cabelos, e suspiravam em teu rosto

O vento da aragem assopra, "ele é brando,"
E não têm pressa, em me afagar
Ele me inspira a sofrer, imaginando
Que a qualquer momento, ela, pode voltar







L.L.S

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

(Poema) Cativo...

CATIVO

"Há qualquer momento eu serei libertado!"
...(sonha com esse dia) o meu coração aprisionado.
O amor quando esquecido, se tranca na torre mais alta
e por lá, ele espera sozinho "que sintam logo a sua falta"

Meu coração não é tão seguro como imaginei
Ele pode ser aberto! Tanto por dentro quanto por fora
Quem ele espera... Sabe e conhece o caminho de volta
E, talvez se arrependa ao recordar; "Porque o deixei?"

Fui deixado neste paraíso para sofrer...
Um lugar vazio pela ausência de quem ama
faz com o que é belo crepite e arda como chamas.
Se eu for esquecido, por aqui esperando, hei de morrer.



L.L.S

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

(Romance) O lado obscuro de Mariana


Autor; L.L.S

I- Noite Escura

Um blecaute inesperado, todas as luzes acesas se apagam simultaneamente
alguns gritos de susto (ouvimos)  A cidade está mergulhada no escuro,
escutamos muitos burburinhos, e algumas gargalhadas estridentes
um breve suspense se espalha entre todos, dissipando pouco a pouco a euforia
artificial das pessoas que ainda se encontravam na rua, longe da segurança de suas casas.
Os últimos sons de vozes que ouvimos, foram de despedidas e de boa noite,
o silêncio veio ao encalço de todos, como o perseguidor pisando na sombra
insegura, de seus foragidos. 

—Precisamos voltar!

Um prenuncio de chuva forte uivava através dos ventos,
e, eu precisava leva-la de volta, seus pais deveriam estar muito preocupados com ela.

Mariana me surpreendeu, (eu esperava a qualquer momento)
que ela demonstrasse alguma  reação de medo ou insegurança.
E tudo o que eu consegui notar e ouvir dela, foram algumas cantinelas sussurradas,
das quais eu podia apenas ouvir, e por mais que tentasse não entendia a letra dessas canções.
Parecia estar extasiada e apreciando a escuridão que nos cercava, e quando resolveu
me responder foi em tom estranhamente sarcástico;

—Coitadinho! —Você tem medo do escuro?
—Tens medo de mim agora, que não podes mais me enxergar?

(a estranho completamente)...

A Mariana que aceitou o convite para sair comigo, naquela noite,
jamais seria tão irônica assim, "eu a conhecia há muito tempo
ou melhor dizendo; (pensava que a conhecia)"

Tinha os cabelos mais castanhos e lisos que eu já tinha visto,
e era em meio a eles, que o belíssimo e meigo rosto dela se destacava.
Como um luar de brilho intenso, "só quê, em uma noite sem estrelas"
foi assim que eu havia me apaixonado por ela, Admirando a sua beleza.

Preferi não responde-la, tentando convence-la que deveria leva-la de volta para a sua casa.
Mas ela enlaçando o seu dedo mindinho ao meu, deixou claro que ela não tinha
nenhuma intenção de voltar, não agora. Já estávamos nos arredores da cidade, quase
chegando a estrada do campo que termina aos pés de uma pequena colina,
aonde resiste preservada a misteriosa sede abandonada, da fazenda Senzala.

II- A estrada do campo

"Não posso negar que apesar da preocupação que eu tinha, com a tempestade anunciada,
eu estava empolgado! Ela é perfeita acrescento-lhe também ousadia, bela e destemida,
 e isso me inspirava arroubos e excitação,
Mas não queria tirar proveito daquela situação."

—Mariana precisamos voltar, —já está ficando tarde e nos distanciamos muito da cidade!

 Mais uma vez sou surpreendido por ela ao dizer;

—A noite está perfeita! —Como eu desejei que fosse. —apenas me acompanhe
—quero te levar a um lugar que costumo ir, —o frequento desde a minha infância 

 "Como uma menina tão meiga, frágil e dócil como ela poderia ter na mémoria lembranças
boas de um lugar sombrio e triste como aquele."

—Amanhã de dia você me mostra! —Prometo busca-la no inicio da tarde.
—Está muito escuro e não conseguiremos ver nada nesse breu  Mariana.

Insisto, mas é inútil não consigo persuadi-la, seus disparates eram mais insistentes do que eu.
  
A velha e sinuosa estrada do campo, era um lençol de areias brancas,
sua textura abaixo de nossos pés e seu fraco contraste na escuridão nos guiava,

—Olha tem de ser a noite mesmo! —E quanto mais escura for (melhor ainda)
Agora estou perplexo e atordoado, ouvindo-a dizendo isso.
—Será que Mariana sofre algum tipo de distúrbio mental?
 (suspiro) Tomara que não,

 III Encantado e despercebido

Me recordo, que era para ser apenas um simples passeio, e que eu havia preparado tudo
para que ele fosse um passeio muito romântico, e no decorrer do mesmo eu
tinha a intenção de pedi-la em namoro, já havia até mesmo deixado transparecer
isso aos seus pais quando fui busca-la em sua casa.

Agora também me recordo que alguma coisa estava errada desde o inicio,
quando ela disse a eles; —Não nos esperem acordados, não sei a que hora voltaremos!
E isso me motivou e me deixou mais confiante, ela estava tão linda que não considerei
os gestos de silêncio que eles fizeram a ela, como se soubessem de algum segredo,
do qual não iriam interferir para que ele fosse revelado.

Entre uma vez e outra, ela se encosta sobre o meu corpo e isso me conforta,
e me encoraja. Eu a amo mesmo assim, em meio ao seus disparates.
Ela estava tão perfumada, que me sentia caminhando em meio à um campo de flores.

—Eu estou vendo eles!!! Ela me assusta e rapidamente a pergunto; —Quem você está vendo?
Aquela história estava indo longe demais, estávamos completamente sozinhos ali,
era impossível enxergar alguém naquela escuridão tão densa. —Consegui ouvi-los?
"Ela me fez essa pergunta"  estou certo que ela é mesmo maluca, mas não a trato
como se fosse. Procuro agrada-la —Quem são eles? —E o que eles estão dizendo ou fazendo?

IV Os fantasmas de Mariana

 —Aquele com as costas feridas é Ajandu Sirhan,
Ele me disse estar colhendo botões de flores
Para sua mulata preferida "Adanna Zunduri...."

Sou tentado a confronta-la;

—Você está querendo me dizer —que está tendo visões do passado?
—e elas são dos tempos da escravidão?

Se houvesse sequer uma pequena nesga de luz
sobre o meu rosto, ela enxergaria perfeitamente,
o meu espanto misturado com uma dose forte de pura incredulidade, seguida de
um esforço mudo, para não soltar uma desleixada e duvidosa gargalhada.

["Todos conheciam as histórias, e horrores que povoavam as lendas
da antiga fazenda Senzala, e não foram poucos os arrendatários daquelas terras
que desistiram de cultiva-la, e todos os relatos coincidiam, entre si,
todos que passaram por ela juravam que a fazenda era mesmo assombrada.

Com base em superstições e boatos, seguidamente confirmadas
(Mesmo sendo farta de nascentes de agua, e ter uma terra muito fértil)
A fazenda Senzala estava fora do interesse de agricultores e fazendeiros da região,
que preferiam investir e expandir suas áreas de cultivo em terras que diziam
 não serem Amaldiçoadas."]
 
Agora eu me encontrava sozinho com alguém que insiste em afirmar,
que não só, ver estes fantasmas, como também os conhece (um a um)
relatando seus aspectos, e dizendo-me os seus nomes.

—O esquecimento é mesmo uma prisão —e a ignorância é um falso paraíso.
Disse-me isso, e depois me replicou com severidade,
—Você é mesmo um tolo acorrentado há uma pequena pedra!
—(conseguiria facilmente se libertar, mas prefere arrasta-la contigo aonde quer que vá)

Ela estava decepcionada comigo, era mesmo uma pessoa muito sensível,
uma sensibilidade notoriamente muito apurada, ela parecia saber mesmo de tudo,
"o que eu estava pensando e sentindo naquele momento."

Tive muita vergonha de mim mesmo, nessa hora
permanecendo calado por um bom tempo, tentando me entender melhor.

E cheguei a uma conclusão —não sabia porquê [?] mas continuava amando-a,
mesmo diante dessa sua confusão mental que ela deixava transparecer,
sentia necessidade de continuar amando-a, foi ai que eu então decidi,
permanecer sob quaisquer circunstâncias do seu lado.

Eu sempre acreditei, quê, quem ama se lança ao impossível se preciso for!
Comecei a imagina-la como uma pessoa extremamente incrível,
fui inspirado através do que existia, apenas aos olhos dela,
e a admirar os relatos sobrenaturais contados por ela.

Houve então entre nós dois uma fusão de vontades,
—Obrigado! ela sussurrou em meus ouvidos, e logo depois me deu um beijo reconfortante,
e mesmo sem dizer nenhuma palavra,
eu pude sentir que iniciávamos a nossa cumplicidade juntos.

—Devemos nos apressar, todos os dias a essa hora,  os escravos de almas Ajani
são castigados. —com você ao meu lado, me sentirei mais forte para ajuda-los.

"Que loucura!" Eu estava adorando estar ali,a partir daquele ponto,
(aonde assumi, os riscos dessa loucura e jurei o meu amor por ela.)
Minha quimera de amor começou a ganhar vida,
e um romance surreal nasceria nas sombras do sobrenatural.

Eu estava sendo arrastado por ela, que corria pelas terras 
tomadas pela escuridão, como se fosse dia.

—chegamos!?! —consegui perceber pelos vultos
do casarão em ruínas da antiga fazenda.

Contornamos aquele fantasmagórico, casarão que parecia nos seguir,
com as suas janelas rangentes. E, a mais profunda escuridão
parecia escapar por entre as suas frestas e tentavam nos engolir.

Chegamos ao que parecia ser os galpões e paióis, 
me assusto muito, com o choro desesperado de Mariana...

—É aqui que  nascem os gritos de dores, implorando para serem mortos.
 —estou vendo Abebe e seus filhos estão sendo castigados, acorrentados ao tronco
―sendo forçados a olharem a maldade nos olhos de seus agressores, 

—Quem os castiga? (aflito e impotente eu me sentia)  Mariana estava sofrendo
e seu pranto me arrastava para junto dela e nada deste mundo nem d'outro,
arrancaria ela de minhas mãos.
Tentava ocupa-la com diversas de perguntas, mas o que eu precisava mesmo
era ganhar tempo para acalma-la e para compreende-la,
(queria ajuda-la) e para isso eu tinha de conhecer melhor a sua cabecinha tão atordoada.

Escuto sua voz doce e desconsolada, dizendo coisas do outro mundo
como se realmente estivesse lá, presenciando tudo aquilo que a atormenta...

—Getro o capataz! —Incitado por Ernesto, chefe dos capitães-do-mato (este)
tem alma perturbada, arrasta o inferno para afligir os que foram libertados pela morte.
 —Estão bêbados e se divertem juntos, arrancando dores da alma de Abebe e de seus filhos,
eles foram apanhados enquanto perseguiam os seus sonhos de liberdade.
—Abebe e seus filhos estão me pedindo que os ajudem a escapar.

A empatia deve ser mesmo um carma, uma estigma predestinada 
para as mais puras e bondosas almas. Tento acalma-la, quero protege-la,
quero que ela saiba disso, e que sinta que nunca mais estará sozinha,
nem mesmo na mais densa das escuridões que possas repousar sobre a sua alma.

—preciso fazer alguma coisa logo estarei de volta!
Antes que eu conseguisse lhe dizer mais alguma coisa,
Ela desmaia em meus braços.

Sou invadido pelos fados e elegias que esmiúçam e despedaçam
o coração dos mais valentes Bardos,
quando são castigados pelo destino
a viverem longe de suas amadas.

"A mais linda de todas as rosas
agora é um corpo perfumado
desprendido de sua alma,
protegido apenas por meus braços."


V Não quero perdê-la  na escuridão


—O medo de não tê-la de volta
me fez prometer que jamais a deixaria...
"Insistentemente a chamo, —tentando acorda-la,
Mas ela não reage e parece se perder
Dentro daquele mundo de fantasias"

Penso em voltar para a cidade
Andei ,por um bom tempo
carregando ela em meus braços,
eu estava muito desesperado.

Precisa buscar ajuda, mas não conseguia
encontrar o caminho de volta. (mas ele foi engolido)
Pela escuridão, apenas me guio pelo que ouço
Naquela noite só se conseguia ouvir os trovões
rugindo por todos os lado no céu

—logo virá a tempestade...?
E nem mesmo um abrigo conseguia encontrar,
para nos abrigarmos.

E, quanto mais eu me desesperava,
mais ainda, eu me perdia
sem saber o que havia acontecido com ela
tive medo que ela pudesse morrer em meus braços.

As únicas luzes a nossa volta eram fracas e muito pequenas,
olhos de pirilampos assustados ziguezagueando na escuridão
e eles eram como estrelas vagando pelo universo perdidas
Na mais profunda inércia, eu me sentia sozinho e abandonado
num infinito de trevas que pareciam não ter fim...

Eu me perdia. Com medo do que poderia acontecer naquela noite

E,se, ela não mais voltasse? E se o teu olhar não mais brilhasse...?

Minha vida estaria plantada nas margens obscuras
deste segredo. Auroras que precedem a candura dos dias
não mais trariam para mim os seus enredos,
pra que me serviria então a luz dos novos dias?

...Se meus olhos não conseguissem mais a encontrar,
não mais desejava estar aqui quando o dia chegar.

Aquela que eu amo, é como a brisa que navega na superfície do mar,
—Sim! "Ela estava perdida dentro de uma noite sem luar."
   
As horas estavam sombrias e lentas
A madrugada estava se aproximando 
—Dava pra se notar o seu esforço,
naquela maldita escuridão, pesada e densa.

Passou se um bom tempo
e, eu me sentia muito cansado,
de lutar contra aquele profundo silêncio
que vinha de seu corpo inanimado

De repente, muito rápido
Ela volta, tão depressa
como havia partido

(Depois de um suspiro muito forte)
Como alguém
que se desvencilhou dos braços de sua própria morte
ela desperta,
 (e, eu não preciso da luz para enxergar teu brilho)

—O amor não é apenas um sentimento,
"ele é um dom, que para sempre nos liberta."

  —Ainda estás aqui! ela suspira, ao encontrar-se
com o amor que eu havia prometido a ela.

Naquele exato momento,
a tempestade anunciada desistiu
Ao longe já avistávamos o clarão
artificial das luzes da cidade...
E a lua pairada no céu,
despejava a sua luz na escuridão.
 
 
Continua...
 

domingo, 8 de outubro de 2017

(Poema) Depois que me disse não...

 🆅🅸🅰🅹🅰🅽🆃🅴🆂 🅳🅾 🆃🅴🅼🅿🅾
 
Eu retornei convicto a Dantes
Para refazer a novamente a nossa história.
Caminhei por um longo tempo
Para retornar algumas poucas horas

Apenas o tempo suficiente
Para interferir em sua decisão
E, impedir que um dia se arrependa,
E seja muito tarde para mudar o passado.
 
—Consegui! Estou exausto,
mas vai valer a pena ter voltado,
(eu lhe darei mais tempo para pensar)

E independente de qual seja a sua resposta,
Prometo-lhe amada; No tempo, não mais voltar. 




L.L.S

sábado, 7 de outubro de 2017

Reflexões (A cura da Alma)

O que eu tenho?


Você pode passar pelos lugares mais lindos da terra
e presenciar os fenômenos mais raros do mundo...
E não se lembrar de nada!
Isso não é um sinal de esquecimento
"Só se esquece o que um dia foi gravado."
E isso não acontece com os desatentos.

Alguns sons para serem ouvidos,
exigem de nós; Concentração e Silêncio.
A calma é uma solicitude da Alma

Uma estrada silenciosa,
pode estar abundantemente cheia  de surpresas boas
Quem deseja suspira
E quem almeja inspira-se, com o que têm a sua volta

Você pode passar pelos lugares mais tristes da terra,
E conhecer o que chamam de Fim de Mundo.
E mesmo assim, sentir saudade do que vivenciou ali!

"Compreensão e desprendimento,
aguça a nossa sensibilidade."

E são bem poucas, as palavras
que podem preencher o vazio mortal de alguns silêncios.

Uma estrada de pedras pontiagudas,
Pode ser igual ao caminho trilhado pelas belíssimas rosas
(Não são os espinhos) Que hão de nos impedir
De encontrarmos o melhor
de todas as coisas que estão a nossa volta.

Em todas elas,
está o melhor que existe em mim!

L.L.S
In- Reflexões (A cura da Alma)

(Poema) Perfeito Alvor



Feito as águas de um remanso calmo
A descansar na mais bela das enseadas
Teu rosto repousas sobre o meu peito,

Atenho-lhe, segura entre os meus braços
Para que sejas à mais linda flor já cultivada.
Navegas confiante pelo meu amor,
Como um rio entregue ao seu leito. 

As estrelas cadentes foram todas colhidas
E pelo brilho de teus olhos são restauradas
Foram os teus sonhos realizados,
que lhas devolveram a vida.

Um segundo universo existe!
Dentro de ti minha amada
"Intacto e Preservado...

E, eu estou as portas deste paraíso.
Passando a aurora surgirá o alvor
E caminhando pelo teu rosto lindo,
Sempre encontrarei, o mais perfeito amor."






L.L.S

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

O Instinto da Arte


Talvez hoje, você não esteja como queria estar. O mais importante, é
que você sabe, aonde quer chegar.
E a medida em que o tempo está passando, você está crescendo em confiança,
e, se sentindo mais forte...
Lembre-se; Você não está perdendo, Está sendo Preparado/a!
Por isso, projete-se antes e domine com extrema habilidade a sua arte,
para que não sejas pego/a de surpresa.




L.L.S
⛅...
Procure absorver a essência da vida
Como ao ar puro que chega aos nossos pulmões
Não sejas impaciente, "Poupe o seu fôlego,
e reajas apenas nas horas certas."
Exerça a sua confiança, ela lhe mostrará a saída.
Prepare-se bem, e crie planos para suas reações
Nunca vá a uma guerra despreparado e com medo.
Tentativas? Jamais desista delas,
são elas que te ensinarão a fazer as escolhas certas.

Boa sorte a todos! 

By  L.L.S
In-Reflexões (A Cura da Alma)
  

domingo, 1 de outubro de 2017

CAMINHE COMIGO POR ESTE MUNDO INSPIRADOR



Quando a inspiração não vêm...!?
(Não espere)"Vá ao encontro dela!"



Folhas em branco "Me desafiam!"
Algumas centenas delas, já foram preenchidas
e reconheço (elas me venceram) ainda que inacabadas
foram mais fortes do que eu.

Há em mim, um vazio bem maior que aquele
que encontro nelas. "Como também existe dentro de mim
um amontoado de inspirações esquecidas em um canto qualquer."

As vezes troco as cores das canetas, que uso para escrever
faço assim também com minhas canções preferidas
quando não conseguem mais me inspirar (mudo-as para outros ritmos)

Deixo de amar,
para me inscrever no amor novamente,
preciso voltar a ser um aprendiz
"O que deixei de fazer? O que eu perdi?
O que devia ser feito? (e, eu não fiz...)

Deixo até mesmo de sonhar para me ouvir ofegante,
estou perdido, apaixonado, sem sono, e buscando uma saída.

E tudo o que eu tenho, é; uma quimera difusa
uma paixão oculta e um desejo confuso...
Versos dispersos que se misturam a penumbra
são os meus raios de luz.

Algumas vezes desisto de viver, é assim que eu me sinto
quando não consigo descrever o meu imaginário.

A escrita é um desafio "Exige-nos FÉ,
até aonde iremos por amor a essa arte?
"Do tamanho da fé de um homem é o seu deus."
E, a esperança é uma promessa para aqueles
que ao encontro de seus sonhos partem...

Porque inspiração não se explica!
Ela acontece naturalmente, em algumas vezes
se sabe o caminho por onde seguir,
e por outras vezes, só quando estamos a caminho
que nós iremos descobri-la.
 
...O silencio deste afã logo será quebrado,
e todas as coisas deste mundo nos dirão algo,
acerca de si mesmas.

Ficções, Romances, Poemas, Canções
Aventuras, Coragens, Medos e superações.

Pegue a sua linha de inspiração, e concentre-se;
Para descrever com clareza tudo o que vê...


POR ESTE MUNDO INSPIRADOR


L.L.S 

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

(Poema) Sob os teus cuidados...



Teus cuidados, de amor, são grandes!
"Como o tempo, aonde o fim se esconde."

Milhares de anos caminharão, perdidos...
E aonde eles chegarem, se sentirão esquecidos.

Não sejas eu, um deles a me sentir sozinho,
Aonde quer que eu vá, cerca-me, com os teus carinhos

Sentindo-me amado, desprezo o medo a minha frente
Cidade fortificada, Doravante!...
Protegidos por teus muros descansam os valentes.
(Apenas tu amada, revigoras a minh'alma arfante)

Tenho pressa de retornar ao teu amor sem fim
Me sinto muito mais forte, tendo-a junto a mim.



L.L.S

domingo, 24 de setembro de 2017





Sem olhar para trás!

Cada qual deve seguir, seu próprio instinto.
Por onde ele nos guia, ele também nos Apraz

É como se, em total confiança ignorássemos o destino
renunciando todas as percas do passado. Em direção a Paz!

E de costas para as que não foram nossas escolhas,
devemos entregar todas as nossas dores ao esquecimento.

Nenhuma cicatriz será capaz de sobreviver a um renascimento,
e não existem derrotas fortes o bastante, para serem relembradas
diante de novas conquistas. Serão esquecidas. "Serão apagadas!"

Comemore hoje, o tempo que ainda tem pela frente.
E DESSA VEZ (mais amadurecido/a) FAÇA DIFERENTE.

Boa sorte a todos!

L.L.S
In-Reflexões (A cura da Alma)

sábado, 23 de setembro de 2017

(CONTO) A fraca luz que ofusca o luar...



No fim da curva
a estrada se divide.
E do outro lado da rua
há, um ponto de espera.
Alguns dos que estão ali,
se sentem profundamente livres.
Luzes e sombras artificiais,
ofuscam do céu o clarão da lua.

Uma silhueta me chama a atenção
"um jogo de contornos
que se movimenta, sem parar."
Impaciente são as incertezas de uma espera!
Sim! O sonho e a realidade
são mesmos eternos rivais.

Eu fui atraído pela penumbra,
e dentro dela, me senti livre para sonhar.
E seduzido pela sombra daquela mulher,
me distanciei das luzes que iluminavam a cidade.

Precisava conhece-la melhor
e foi o que fiz, naquela hora!
Atravessei rapidamente a rua,
(o segredo de certa forma desperta o desejo)
Eu estava no caminho certo
estava indo em sua direção.

A paixão pela vida guia os cegos,
e o medo de viver o que desejamos, devora
às nossas almas lentamente...
Pensando assim, e vivendo assim
eu sempre me entrego.

Nem mesmo sei,
se aquele, era mesmo o seu nome.
Nem sei porquê,
mudei o meu nome?
(ao me apresentar a ela)

Penso que seja o medo de se envolver,
e no fim acabar se apaixonando,
um pelo outro.

Não conheço bem o seu rosto,
a noite aqui embaixo e iluminada por estrelas artificiais,
e cada rosto tem uma noite própria,
que os acobertam, e os protegem.

Conheço e me lembro bem,
do seu perfume, do gosto do seu beijo,
e dos contornos do seu corpo.

Passamos juntos, apenas algumas horas,
e elas não foram eternas.
É! "Os dias que nascem afugentam as auroras."

Ela escolheu viver de esperas,
me deu um ultimo beijo e foi embora,
prometendo me esperar,
todas às noites no mesmo lugar;
Aonde a fraca luz ofusca o luar.

FIM.

Autor; L.L.S

sexta-feira, 22 de setembro de 2017


"FLORES DA LONGEVIDADE"


Alfombras coloridas
enfeitam e cobrem o solo...
E brisas perfumadas
tomam conta do ar...

A virtude das plantas
é uma essência DIVINA
que caminha pela terra...

Sustentáculo das nossas vidas
e inspiração das nossas almas...
Enfim chegastes "PRIMAVERA"

Trazendo milhares de cores,
cobrindo bosques e campos,
o que vemos são promessas de fartura

Tuas belíssimas rosas e flores
são auréolas de anjos,
que coroam vossa bravura...

Chegastes a superfície da terra
e a encontrou sendo devastada
pelos homens e suas invenções...

A mãe natureza saiu a guerra
como o bravo soldado
empunhando a sua espada!

Ela vencendo,
todos nós venceremos,
e, viveremos!
 
E, se? (porventura)
Ela vier a perder um dia?

Nesse dia a terra já estará morta,
e o solo sem forças,
para alimentar as suas rosas...



VIVA A PRIMAVERA





L.L.S

terça-feira, 19 de setembro de 2017



(HUaMOR)  "Lindos, são os teus olhos!


Ei! "Goste do humor das coisas bem simples,
(eles são abundantes) E estão por toda parte."

E, não é segredo nenhum,
"Quê a graça eleva a beleza de qualquer um."

Aprecie os elogios sinceros,  
"e admire a sensibilidade
daqueles que enxergam, bem mais que aparências."  

A verdadeira beleza que temos,
dependerá muito do ponto de vista
de quem nos olha,
e, do que eles preferem enxergar em nós/
ou vice-versa. 

Quando se tem, carinho e respeito no olhar
fica muito fácil,
"de a si mesmo em outra pessoa, encontrar."
   
A felicidade que temos,
adorna nosso mundo e quem somos.

Todos, trazem consigo muito mais do quê
aquilo que vemos.

E podem encontrar em nós,
bem mais (quê aquilo) que eles estão procurando.

SEJA LINDO/A DE OLHAR.




  L.L.S

domingo, 17 de setembro de 2017


Ensina-me o caminho de volta.


Teus rosto de mim escondeste
E, me proibistes o teu olhar
E se tu pudesses...
Até mesmo a última lembrança
"de nós dois juntos
que existe em mim, tiraria.."

Confesso-te (se soubesse)
que aquele seria o nosso último beijo,
eu juro que ele não teria fim.
E ao meu lado ainda estaria...

Me pediste com sinceridade
que ti esquecesse, para sempre
(eu sinto muito) "Mas não posso."

Se tiver que morrer de paixão,
morrerei com a esperança de tê-la de volta.
Mas doutra forma não!

Porque escolhestes
o horizonte para partir?
Por mais que eu vá,
mais longe de mim,
estás...



L.L.S

quarta-feira, 13 de setembro de 2017


(Romance) 
Silencioso e Verdadeiro

Em silêncio, a amar-te, eu me entrego,
Pensas ao longe, mas estás perto, à desejo!
Vejo-te no horizonte calada...? E me preocupo...
"Sem que percebas, por teu amor eu espero,
junto ao ocaso dos dias mais lindos,
pelas noites ao teu lado, eu almejo. 

Em teu rosto sereno e belo,
eu encontro o que busco...

Fixos e insistentes;
"meus olhos e os dela,
se encontraram
candentes."

E, os meus sonhos de amor
se  entregaram,
ao amor dos sonhos dela.

Mesmo assim, ainda,
nos sentíamos inseguros...
Diante deste romance secreto,
que estava acontecendo entre nossas almas...

No início
(logo) nos primeiros momentos,
o amor nasce em um mundo escuro
é cheio de incertezas,
mas quando se torna forte,
e se sente seguro
ele se entrega sem medo,
para dar vida ao mais nobre dos sentimentos.

Nós fomos um do outro, antes de tudo.
Antes mesmo que os sons de nossas vozes
recitassem, nossas primeiras frases de amor.

O nosso romance secreto 
 hoje é para todos,
um livro de amor que foi aberto."



L.L.S

domingo, 10 de setembro de 2017






RETOMADA


Só às certezas vencem as dúvidas,
mas, os caminhos inseguros
conduzem a rendição.
 
Entenda; "Melhor 'você ir a luta agora
que morrer a espera de ajuda,'
se sentindo sozinho e do lado de fora." 

Tua alma latente pulsa 
uma parte do céu por direito.
O nosso corpo só alcança o que busca,
"e nós estamos aqui
no campo de batalha perfeito..."

Algumas batalhas precisam ser ganhadas,
e outras que parecem estar perdidas, 
apenas esperam para serem retomadas.



L.L.S 
In(Reflexões; A Cura da Alma)

terça-feira, 5 de setembro de 2017

Dentro de um único verso 


Um verso, para quem lê
é como um bom conselho
para quem o busca...
"Surpreendem como a beleza das flores
que nós não vimos crescer!"
É quando o nosso reflexo, atento
observamos no espelho,
encontrando antigas respostas,
e criando novas perguntas.
  

Um bom verso quando encontrado,
é como rever um velho conhecido.
Um reencontro, com as recordações
que vivemos em nosso passado.
"Uma ousada retomada de planos
que nós havíamos esquecido,
desperta dentro de nossos corações."

Um verso pequeno
pode se tornar muito grande...
"Como a nascente
de um rio inspirador!"
Que desenha o próprio horizonte,
indo de encontro ao mar,
para lançar sonhos de amor,
em todas as noites de luar.


Um verso que me lembra você,
é inacreditável ao ler,
e algo impossível de esquecer.
 
 
 

L.L.S (AMOR A POESIA)

quinta-feira, 31 de agosto de 2017


TUDO

Entregue, desejo o teu corpo
Sejas meu teu amor, e não d'outro
Beije-me, q'os seus beijos não mentem
Tão certa, tenho-na em mim, candente  

És só o que preciso! "E não preciso
de mais nada. Se de ti não sentir falta
Nada então me faltará; "Ó minha amada...
Tendo o teu sorriso, já vivo tudo o que sonhar!"

 

 

L.L.S

domingo, 27 de agosto de 2017

É noite.


Tão distante a noite chega
entre as estrelas que brilham
são teus olhos ardentes, labaredas
que a este universo desafiam.

Teus cabelos soltos se perderam,
em meio as cores celestes foram entrelaçados.
E meus sonhos em ti se prenderam,
noites em claro (pensando em ti) acordado.  

Estrelas cintilantes
são noites densas. "Trêmulas
de um amante
inseguro."


L.L.S

sábado, 26 de agosto de 2017

(Conto, em Versos Breves)
DE PASSAGEM EM MINHA VIDA

Ela tinha muita pressa,
e procurava caminhos 
para se encontrar...
"Uma flor sem primaveras
seguindo aves sem ninho,
e se sentindo fora do lugar."

Um vento forte 
e sem piedade,
assoprou...
(Estes são homens sem sorte,
e eles estão morrendo de saudades)
Por aqui ela passou...

São penumbras teus olhares
alucinantes...
Despertam desejos (são milhares)
os seus amantes...

Ela persegue o ocaso,
e adentra nas noites para sonhar
"A musa dos Bardos
é como a luz do luar
que se despede antes da aurora,
chegar."


(Conto em Versos) 

L.L.S

sábado, 19 de agosto de 2017



Você é a imagem perfeita daquilo que reflete,
conquiste respeito e confiança de si mesmo...
"E depois retransmita-a com o mundo a sua volta,
são as nossas ações que dizem quem somos,
e no fim, aquilo que aparentamos ser não conta
só o que demonstramos em atitudes, define o nosso valor."
 
 

L.L.S

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

(Comunidade) Que rima com Amizade


Gratidão que rima com Admiração

Rima de verdade,
é aquela que corresponde
a algo que foi dito bem antes,
"e, é bem fácil de reconhece-las;
1° São inconfundíveis (como a amizade)
2° Uma pergunta, que só a outra Responde
3° Pode parecer ausente mas nunca está distante.
 Impossível não percebê-las

Elas estão nos gestos de carinho
E nos olhares que se encontram
São aves construtoras (constroem ninhos)
Rimas reinventam, criam e remontam...

São vozes buscando preencher o universo
e bons sentimentos mergulhando dentro dos corações.
Posso compor para ti um milhão de versos
Rimando poesia com gratidão...

Saudade
Rima com muita
Vontade

...(De rever)
"que rima com
Você!"

...(Que merece admiração)
Por rimar com tudo
Te chamarei de inspiração.


De:
L.L.S
Para;
Rosas, Músicas e Poesias
By Poetisa Helena & Amigos

sábado, 12 de agosto de 2017


Uma presença muito querida,
é aquela que fica, mesmo quando em corpo se ausenta.

E as lembranças são caminhos que nos levam
de volta a quem amamos.

Me recordar de você,
me fez sentir muito a sua falta.

"É impossível se esquecer
de alguém que mesmo distante
tão de perto nos abraça."

❤SAUDADES DE TI❤
 

L.L.S

Caminhos da Alma


Vez em quando você deve aceitar
o convite de sua própria alma,
(e com muita calma) deixa-la sonhar.

"Não nos conhecemos tão bem
como imaginamos,
e isso está claro  quando sonhamos."

A liberdade dos pensamentos
é submissa as nossas vontades,
são os sobrevoos dos nossos sentimentos.

Buscamos sempre repousar
nos lugares mais seguros...

"Procure se reencontrar 
antes de tomar qualquer decisão
seguindo os anseios de sua alma,
e conhecendo mais a fundo os desejos
de teu coração."



 L.L.S
IN-REFLEXÕES (A cura da Alma)

sexta-feira, 7 de julho de 2017



Dantes

Solidão veio antes (premeditando)
Sempre sozinha, "espreitava"
E mais e mais se aproximava...
A medida que tu, ias se afastando.

Uma noite lenta se aproxima...
Dita escuridão; Não te apresses!
Ah solidão! Chegastes sem pressa.

Haviam indícios e rastros,
o porvir bem dantes nos ensina;
Estavas frias até mesmo em teu mais
intenso abraço.

E, eu me encontro ameno
em uma falsa paz,
Sozinho e esvaecendo...


L.L.S


sábado, 3 de junho de 2017

(Poesia) Ao ar livre...


A natureza inspira
os momentos mais perfeitos...

"Os melhores presentes
são aqueles que brotam abundantes
pelo caminho do amor."

No topo das milenares roseiras,
protegidas pelos espinhos
domina invicto! O império,
da mais perfeita
beleza.

― São para os lindos
cabelos de minha amada!
― (permita-me "Mãe natureza"
colher-te uma única flor)

O céu é de todos os românticos
o mais perfeito palco.
Nossa atmosfera suspira poesias,
tardes e noites são perfeitos actos...

O amor é um dom natural
que proporciona aos apaixonados
os melhores momentos da vida.




 L.L.S

Obs; Ultima poesia deste ano, explicações e motivos
de minha suspensão em minhas atividades nas redes sociais,
se encontra no link abaixo;

http://lorisvaldolopes.blogspot.com.br/2017/06/comunicado-lls.html


Obg a todos.

(COMUNICADO) L.L.S

 
Aos amigos/a que lerem este comunicado
"o meu sincero agradecimento."


"Hoje estou suspendendo temporariamente
minhas partilhas de contos e poemas nas redes sociais que participo."
Apenas as postagens em série serão completadas e serão
postadas apenas no blogger.
Deste mesmo agradeço carinhosamente o seus seguidores.

Motivos da ausência;

Estou diante de uma grande inspiração literária, e esta me exigirá
tempo, concentração e muita pesquisa. Para transforma-la em textos
que serão reunidos em um livro repleto de contos,
mini-romances, poemas e reflexões (qual desejo lançar até o fim deste ano)

Deixo aqui, meus sinceros agradecimentos, a todos os meus amigos
e amigas do G+, que me apoiaram e me incentivaram, e sempre estiveram presentes
em minhas postagens, marcando e compartilhando.

Farei de tudo para que chegue até vcs um exemplar deste livro
com uma dedicação muito especial a cada um.

Ao perfil de minha amiga SANDRA PAULISTA (uma das proprietárias
da comunidade "Poesias que falam ao coração")
Minha dívida de gratidão é incalculável, desde o inicio até o presente momento
ela esteve ao meu lado, compartilhou mais de mil poemas que eu escrevi.
Deus recompense a sua generosidade e a de todos vcs.

Assim que terminar essa obra retornarei minhas atividades no G+

Um grande e fraterno abraço a todos.

Até lá!

... 

 
L.L.S

quarta-feira, 31 de maio de 2017

(Penumbras) Distantes...


Gosto da silhueta de teu corpo,
E desenhando-a nas sombras, à imagino...
"Tímida, ousada e misteriosa;
Porquê esconde-me o teu rosto?"
Gosto de sentir a tua pele,
na textura d'uma rosa...

E as estrelas... (eu às admiro)
por terem o mesmo brilho
que encontrei em teu olhar...

Gosto de imagina-la distante,
misturando-a com a lua no céu...
Eu me sinto em uma parte do mar,
(não calma) "Mas arfante;
Para despir-te dessa silhueta
e conhece-la por trás deste véu."





L.L.S

(Afagos) Em seu calor, eu me aqueço...

❤💑❤
Só você aquece o meu coração,
e sabe toca-lo como ninguém...

Usas a tua voz amada, 
como se elas fossem mãos...

E com às tuas doces palavras,
sempre toca o meu coração...



L.L.S

terça-feira, 30 de maio de 2017

(Poema) Escute-os "São todos teus"

 


Existem alguns versos de amor
q' eu nunca escrevi
eles fazem parte de frases de amor
q' eu nunca falei...

(Estão todos guardados dentro
de mim) e foi para ti... Que os guardei;

Não mas, os esqueço,
Porque de ti,
jamais eu me esquecerei...

Palavras d'um voto secreto,
num sagrado silêncio meu....

Elas foram prometidas,
e lacradas com juras sinceras,
de um amor todo teu...

Uma ave do paraíso
se sentindo longe do céu...

São poemas de amor,
que vivem dentro do coração
mas foram proibidos ao papel...

São centelhas ardentes de fogo
que se aquecem sozinhas 
a luz do luar...

Até que venhas,
quem eu amo,
para às escutar.



 


L.L.S

domingo, 28 de maio de 2017


"JESUS CRISTO"
Ele te ama!
JAMAIS SE ESQUEÇA DISSO.

Tenham todos
UMA ÓTIMA SEMANA


L.L.S

(Poesia) Entre Almas


AMOR DOS GRANDES
(Poesia)
Entre Almas

Esse Amor foi visto fora do corpo
trilhando caminhos sem estradas
Mergulhando entre um e outro
e todos os dois tiveram, suas almas lavadas

Ele caminha sem medo
Têm instinto, se sente seguro,
nunca se perde e não demonstra 
fraqueza... Nem mesmo 
nos momentos mais escuros.

Quem ama, "Ama de olhos fechados
por alturas, distâncias e profundidades 
que não podem ser medidas..."

Quem amou no passado?
E depois se perdeu...
 No próprio sentimento foi enganado
perdeu-se d'ste amor, perdeu-se de Deus.

Uma avenca-estrelada 
refletida nas aguas d'um poço
Viu em longos céus, cadentes
algumas luzes sendo apagada,

Mas nunca ouvira
(falar de um amor 
q'em vida foi morto)
 Ou que sem vida partira.

"A vida é uma semente
do destino d'cada alma.
Apenas quem ama colherá 
dos frutos dessa tão bela flor,
e nunca mais se apagará."




 L.L.S
IN "SEMENTESLANÇADAS"

sábado, 27 de maio de 2017

(Alentos) Quando estamos juntos...


Um encontro de mãos
completa a tranquilidade
de uma caminhada  a dois,
o silencio, o sossego das paisagens
e a branda suavidade dos ventos,
às vezes nos levam a paraísos distantes.

A melhor parte se confirma,
quando nossas mãos se encontram,
e nossos dedos se entrelaçam,
amamos a certeza que temos de estarmos juntos.

"E talvez seja esse o segredo do nosso alento,
e explique o nosso encanto pelas coisas belas da vida,
elas se inspiram em nós, e nós dois nos inspiramos nelas."


L.L.S 
IN "NÓS DOIS"

sexta-feira, 26 de maio de 2017

(Poema) Tudo o que eu quero, é que estejas ao meu lado...

(Poema) 
Tudo o que eu quero, é que estejas ao meu lado...

O tempo muda às coisas de lugar,
insistindo pertinentemente,
até conseguir o que quer...

Os ventos são provas da força do ar,
e uma grande arvore, "do ardor
d'uma pequena semente
e de quão bruscamente
ela mudou...."
 
Tudo há nossa volta,
parece saber o que quer
e ao mesmo tempo,
parece desconhecerem
aonde querem chegar.

Tudo passa,
restando apenas
aquilo que somos
mais apegados
do nosso lado...

Somos diferente das folhas,
mas muito parecidos com a cigarra
"que jura mesmo sem vida,
que valeu a pena,
ter se agarrado..."

O tempo não arranca
nada das nossas mãos,
se guardamos-lhas por dentro...
Imutável "declara o coração"
o amor que nele se planta.  

Tudo vai mudar,
e algumas coisa deixaram
os seus lugares de origem...

E o que hoje se vê,
talvez nunca mais seja visto...

Preciso abraça-la forte,
e tê-la sempre por perto...
Quando o tempo avançar
muitas coisas serão levadas
e outras irão recuar...

Mas eu a terei
sempre comigo,
mesmo que o mundo todo
se torne um deserto,
nada vai me separar
do amor que encontrei...





L.L.S

(Solicitude) "Aonde encontrarei a felicidade?"



A felicidade é um encontro inesquecível
das pessoas, com si mesmas.

O primeiro passo é nos encontrarmos,
nos conhecendo melhor, a aprendendo mais
a nosso próprio respeito.

E só depois disto, observarmos com muita atenção
(se) a vida e a forma que a estamos vivendo
foi mesmo uma escolha nossa.

"Porquê não existe ninguém melhor,
que nós mesmos, para conhecer detalhadamente
o que é que realmente nos deixa felizes."

A busca pela felicidade,
é um passeio de mãos dadas
consigo mesmo...
E alguém com a capacidade
de nos fazer feliz,
é alguém igual a nós mesmos.

Seremos muito mais felizes
acrescentando motivos alegres
um ao outro.



 L.L.S 
IN "REFLEXÕES
(A Cura da alma)"

quinta-feira, 25 de maio de 2017

...(Romance) A saga do Amor sem fim...

"PARTES QUE JÁ FORAM POSTADAS NA PRIMEIRA PÁGINA DO ROMANCE"
Para conhece-lo desde o seu inicio click neste link;
http://lorisvaldolopes.blogspot.com.br/2017/04/romance-saga-do-amor-sem-fim.html

Índice:
―A  Magna Carta―
― Um Casamento Real ―   
3°― A casa dos versos―  
"Versos de Alef ―
 I° Verso de Alef ― 
2° Verso de Alef"― 
4°―Um segredo deste Amor―
 5°― A magia do Mar na Ilha Venusta ―  
― "O Orto Inebriante 
― O Mar da Frente 
― Navegantes Eternos"― 
6° ―A pousada dos sonhos― 
"I ― Sandălum o arquiteto 
II ―Perplexos (O Clero dos Nobres)
III ― Um sonho antes da morte 
IV ― A POUSADA DOS SONHOS"― 
7°―Nada será como antes― 
―"I - Caminhos do coração
― II - A flor de todos os encantos ―
―II - A Tamareira Silenciosa"― 
8° Sempre te amarei
 I Parte ― Um Eunuco mudo (Jura em segredo) 
II Parte ― A nova descoberta ( O Pétreo Eternal)  
III Parte ― A gênese do Orto  
IV Parte ―  O véu do horizonte cai 
V Parte ―  Nós sabemos o que queremos! 
9°― Porquê o Mar?― 
I Prt― 3° Verso do ensejo poético "Estaremos" dos Navegantes Eternos
II Prt ― O grande Mar da Frente  
III Parte (Poema) ― O Mar da Frente  
 10°― Porquê nós dois?  
I Prt: Sem Saber oSábio - 
II Prt: A Camponesa Khímaira e seu castelo de pedra  
III Prt: Enredos de Khímaira 
IV Prt: Porquê nós dois? - 
V Prt: Cinco deuses remotos
VI Prt: Escutamos os nossos pensamentos



[PARTES QUE SERÃO POSTADAS NESSA PÁGINA]

11°―A primeira aparição dos Navegantes Eternos  
I Prt; Doxa e Letsah
II Prt; Iniciar
III Prt; São dois loucos
IV Prt; Os navegantes eternos 
V Prt; Ao oposto do fogo

12°― O Homem e a Mulher que não conheceram a morte 
13°― Nunca mais fomos vistos 
14°― Nunca mais seremos esquecidos 
15°― Amor Imortal  
16°― A saga sem fim 
17°―O Fim. (Desse Romance)


 11°
―A primeira aparição dos Navegantes Eternos ―


I Prt; Doxa e Letsah

..."No passado  quando os regentes 
Doxa e Letsah ainda compunham
as primeiras estrofes pátrias
 de consagração da ilha Venusta.

Acontecia [..]

Já as vésperas primárias,  
selando  a descoberta .
   Aos que estavam presentes,  
essas notas surgiram para serem veneradas.
 E ao tempo seguiria;
 Perenal, Imprenta  e Guarnecida."

 [A emigração dos mares
em direção a ilha Venusta.]

 "Ao Torrão dos sonhos e às suas jazidas férteis
que até mesmo aos grandes reinos ofusca"
ecoava promessas ao mundo 
d'uma nova utopia...

E, então...

Dos lugares mais remotos, 
Inseguros vinham
e se aglomeravam. 
E do recear vertente,
se ouviam anseios dos que disputavam, entre si 
(mas à meio mar deste caminho) 
Germes prematuros morreram,
antes da plenitude da vida.

E alguns, e 'não foram poucos', 
dos bravos de Ventura
que ascenderam-se tanto 
em soberba que foram
traídos pela própria espada   
e caíram náufragos no mar. 
E sozinhos foram consumidos
pela própria loucura


E os que conseguiram chegar a tempo, 
logo foram confortados... 

No pináculo do orto
os regentes Doxa e Letsah anunciavam     

― Venusta os deuses escolheram-na por contento!

 E os magnânimos versos 
fluíram em essência;
Céu, Terra, Mar e Vida 
Selaram a harmonia,
enfim foram ouvidos.

Venusta a mais nova ilha da terra
Um meteoro do Mar
Marcando eras
Uma Estrela livre que  
no oceano Brilha"

― E, quantas embarcações...
Fantasma se tornaram!

(Condenados foram estes, 
a jazerem, sem sequer  repousarem
o olhar novamente sobre ela)

Mas o conhecimento do universo
 tem alva luzida.
E sobre essa montanha 
cujo pés estão em mar submerso
Abriram se os véus do entendimento 
e a turva ciência tornou-se cálida.
 
Mas poucos dos que estavam presentes
adentraram a este sigilo
E alguns outros (ainda ignoram)
escolheram as duvidas 
e a confusão de seus brilhos.
...

II Prt; Iniciar

Foi crido assim pelos primeiros;
O inicio terá perpetuidade 
 delimitar de cada vida.

As direções da ilha 
Venusta devem ser apagadas. 
 E pelo tricórnio de seus sábios
Luzirá os candeeiros

E da mémoria profana
toda lembrança deve ser dissipada.

Nunca tragam saudades
E jamais desejem às suas saídas...

A saudade ata o coração
ao passado. E o coração 
pesa e pende apenas por essa vida.

E no fim,  das nossas limitações
o alvo mirado vade a potente luz
ao rufar do último canhão 
 
...


III Prt; São dois loucos

Dizendo assim muito dos aldeões
se afastaram, ruminando entre si;

― Doxa e Letsah são dois loucos!

(A ilha Venusta é mesmo vislumbrante)
Mas dividia opiniões,

― São disparates! (Doxa e Letsah)
 ― Eles? ― Sim!! ― Estes mesmos,
vaguem eles sozinhos, 
desconchavos 
em seus esmos. 

Nevoeiro turvo sonda os corações que ignorantes
mas a magia insistia em caminhar entre o povo
e por entre os limiares de cada fantasia, 
ditavam aonde vão, e há quão distante
cada um deveria chegar...

Mas naquele tempo, eram poucos
bem poucos, os que se excediam em acreditar...  
E os que foram escolhidos ainda vigoram
dia após dia...


IV Prt; Os navegantes eternos

Muitos que se encontravam ali
planejavam voltar e depois retornarem a ilha.
Sua embarcações ancoradas
já pela tripulação adriçada se podia ouvir
eufóricos brados; ― A ilha é nossa!

Nas campinas de Venusta os tenros
brotos se assustaram, e todas as aves 
"Milhares delas" 

Reuniram-se no céu 
único dessa ilha 
escurecendo a orla.

Dantes não tinham medo
liberdades todas elas 
muito livres muito belas

(Do homem, 
a natureza conhece o veneno)

―"Não haverá maldade! Não aqui! 
Venusta encerra,
os sentidos de todas às alma,
em profundo e silencioso gemido
elas a escutam em rugido impetuoso 
 abalos temíveis e aos ouvidos inaudíveis 
todos sentem o tremor na terra.

E, em resposta, Consortes a seus alaridos 
as aves enfurecidas se lançam no mar
"como lágrimas secas a rolar pelo horizonte
d'um céu crepusculado e triste 
sem a terra conseguir chegar.

― Olhem as aves da ilha estão se matando!
(Os ilhéus estavam muito aterrorizados com o que viam) 
  
 Mas todas elas vivas retornaram. 
― Um milagre!
E quem morre de verdade?
 ('Apenas uma dúvida')

Jubilando pares, todas elas em
"Dezenas de Milhares"
 Anunciando a superfície
a quem as acompanhava.
 

 V Prt; Ao oposto do fogo

O que vês em Venusta?

― Sonhos! 

A nau insigne salta 
aos olhos de todos.
Uma tripulação espectra brilha
em contraluz ao fogo

― Essa Ilha está proibida a todos!

(Brada o que parecia ser o capitão)
E pouco a pouco a ilha foi sitiada. 

A cada passo de um reflexo ermitão
uma a uma as pessoas na ilha 
caiam desmaiadas.

― Devolva-as ao mar, e as suas antigas rotas!

(Quem foi levado pra fora da ilha,
nunca mais encontrou o caminho de volta)

Logo após essa parte
A camponesa Khímaira se distanciou 
E sem percebermos movimentos em suas pernas
tivemos a impressão que ela estava sendo guardada
nessa parte da história, 
e ela se mostrava muito feliz
  de ter-nos levado até ali, 
bem na hora...

Depois de muitos séculos sem serem vistos
estávamos nos dois (eu e minha amada)
Frente a frente com os  Navegantes Eternos.

 E nossos pensamentos eram os mesmos,
queríamos descobrir muito mais,
depois de tudo o que havíamos ouvido
e presenciado...




"Continua nas próximas postagens"


O Romance "A saga do Amor sem fim..."
É uma postagem em série, sempre que estiverem prontas e editadas
as suas sequências, estarei compartilhando aqui no Blogger
com os seus seguidores e logo em seguida nas redes sociais.


Grato a todos pela agradável companhia e leitura
 abraços.
O Autor 
L.L.S
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...