music

terça-feira, 2 de agosto de 2016

Como se guiar na escuridão







O breu espesso esconde
O q'se pode, não se pode, "mais vê!"
Turva a todos iguala
Pouco, muito pouco
Valor tem os rostos
-Diante da voz que responde!
Não irás se perder,
na escuridão que separa...
Confiar é mesmo amor de loucos
e os uivos são para os lobos.

"A lua não é!" (- e nem nunca foi minha)
A luz é para os olhos humanos.
O silencio no cerrar dos lábios
se convence invisível...
O desejo coroa a mulher (rainha)
A mente torna o homem soberano
E os pensamentos elevam os sábios
Sem nada ver, vi o impossível! 

D'nada adianta o medo das trevas
"Se nada vê, nada pode fazer!"
Até mesmo a revolta, se obriga esperar
Obscuro o manto do destino
aurora na madrugada aquarela...
A vida segue, não se pode reter,
sentir é ter mais vida, do que enxergar!
A tua voz (amor) soa como um sino

É meia noite, na capela assombrada
Se te feres os pés, é ruína!
Porque nossos caminhos são cegos,
que confiam em nossos instintos...
Bela verdadeira, é uma mulher amada
Caminha com calma, (flores são meninas)
Na alma sem carinho se dissipam os egos
A soberba altiva desce ao abismo

A escuridão não é medo
E a mentira, nunca foi um segredo...

Quando a luz se apaga
a mémoria gravada continua...
Em uma madrugada isolada
me perco em uma noite nua

...    


(Lourisvaldo Lopes da Silva)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados