music

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

A amizade a caminho de Fungi

 
Miro no reino Fungi (Prt:6)
 
Os caminhos são propícios
E muito pouco do que se quer, Vê!
 Longos são os dias de solstícios
Sentir-se querido é como se ter
presente um amigo.
 
Miro sentia saudade de si mesmo
A consciente mordaz de quem sabe amar
Transforma a solidão em medo
Como se dentro de si mesmo,
 não houvesse mais lugar.
 
Há amigos que quase não são vistos
São tão pequenos, quanto são bonitos 
 
As descidas levam a Fungi
E muito pouco esforço se exige
De quem segue o que quer
O labor não amedronta o livre.
Não há peso no madeiro, quando se tem fé!
 
Qualquer lugar do mundo é ideal
Para se reiniciar tudo de novo
Recomeçar é decreto, que proíbe o final
Não há nada q'consoma tudo, nem mesmo o fogo!
 
Tive um gigante ao meu lado
É uma centelha nos pensamentos
Fustigante é meu anjo alado
A terra é vermelha, (tem sangue por dentro)  
 
 É o calor da mãe que afaga
No leito como se fosse o ultimo carinho  
Com um amor que jamais se acaba
Miro já não se sentia mais sozinho...

A família é também uma leal amiga
 E o amigo, o mais novo e fiel irmão...
Na terra das gigantes formigas
Pormenores são donos do chão!

Miro não corre além
Ele sonha 
A fantasia convida-te,"Vens?"
O que o homem cria o acompanha....
 
As Mycenas clareiam a passagem dos amigos
Com luzes verdes, que brotam de suas paredes
Amanitas embriagadas esbaldam  seus sorrisos
As noivas são lindas e seus véus são como redes
 E de seus olhos podemos ver o brilho.

Amena sonha ao meu lado
e sabe que vou realiza-los
Todos eles...
 
 Na floresta grisalha mora Branca (a curandeira)
Essa me deu de presente um coração
E deste saiam veias rosadas
A caminho de Fungi há arvores que sagram
O sangue é uma seiva, tanto faz que seja ou não vermelha
Desde que tenhas um é ele funcione bem, passa a ser coração
E as veias são as raízes ao longo da estrada
O encanto real (Utopias me acompanham)

Miro viu ao longe a cidade sem muros
As torres são coloridos chapéus
Por aqui aqui nascem os germes,
Estamos seguros, haverá um futuro
Quando restar apenas a terra e o céu
O embrião intocado, novamente se desenvolve e cresce!

Tudo que é bom merece um rito
(Para ficar gravado) Reza a lenda
...Enquanto houver lembrança, existirá o mito
Não existe passado que ultrapasse por essa fenda !

Chegamos festeja o cortejo!
Do estranho sem ser convidado
Se aprende quem é através de seus desejos
Miro soube ser amigo, soube ser amado!



(Lourisvaldo Lopes da Silva)





 
Prt 1) Miro no Reino Fungi (já postado) Link:
http://lorisvaldolopes.blogspot.com.br/2016/08/miro-no-reino-fungi.html
 
Prt 2) Hifa e Micélio pelo caminho (Já postado) Link:
http://lorisvaldolopes.blogspot.com.br/2016/08/miro-no-reino-fungi-prt-2.html 
 Prt 3Um segundo amor aceito (Já postado) Link:
 
Prt 4) "Amena" estou te amando (Já postado) Link:
 
Prt 5) Lagoas incógnitas (Já postado) Link:
  
Prt 6) A amizade a caminho de Fungi (Já postado)


Continuações
Prt 7) Miro no reino Fungi
Prt 8) As menores coisas da vida (falam)
Prt 9) Miro escuta atento
Prt 10) Miro deseja ficar
Prt 11) As leis supremas de Fungi
Prt 12) Adeus Amena
Prt 13) Miro é devolvido
Prt 14) As lágrimas de um renascido
Prt 15) O reino dos mortais
Prt 16) Eterno seja Miro decreta O rei de Fungi
Prt 17) Fim...
 
 
 
Quero deixar-te o convite pra ser seguidor deste blogger,
é só clicar em "SEGUIDORES"  
 
Obg  
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados