music

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

"Liberdade!"



Eu sempre quis detê-la,
mais e tão livre que ,e impossível!
Infalível!
Não tem como não percebe-la!

Há vejo passar de lá para cá,
e quando me percebo!
"Onde ela está?"
"Intransigente!" Não conhece o medo!

Era pra estar parada!
Para ser asas da nação!
Deveria ser considerada,a preferida,
 mais escolheram a solidão!

Mais ao que se oferece,
prefere estar só!
Assim não agradece,
ser livre, se sente melhor!

Liberdade e ter autonomia,
em algum lugar do universo!
Como vivem nas poesias,
independentes versos!

Liberdade não existe,
como o amor,
que entre dois persiste!
Ela gera o próprio calor!


Por natureza e soberana,
tem consciência própria!
Por respeito não e profana,
familiarizada com a lógica!

Tem confiança,
em não pedir permissão!
Vontade e temperança,
para existir,no coração!

Tem a petulância de resistir,
e para alcança-la...
E melhor querê-la assim,
não tente abraça-la!

Liberdade não existe lá fora,
quando esta chega!
Aqui dentro, as prisões vão para o lado de fora!
Ela e ousada, e vive em constante peleja!

Querem que ela pare!
Que se renda, ao mundo alheio!
Mais liberdade, não tem quem não repare!
Esta por todos os lados, não conhece permeios!

Apenas uma!
Uma única liberdade eu posso seguir!
A minha que complementa, 
quem eu sou!
E, se,
eu mesmo não existir!
E por que " liberdade me faltou!"


Autor:

lorisvaldolopes.blogspot.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados