music

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

A fábrica de brinquedos imaginária!


Tive uma! Precisei ter ainda quando criança,
E mesmo crescendo, e me tornando adulto!
Reconheci," o meu grande presente",
não pode se transformar, em vagas lembranças!
Quem me espera, com grande maturidade,(sinto muito)...

Tudo que tenho aqui comigo,
e uma fábrica imaginária de brinquedos!
Nela invento e construo para os medos, (abrigo)
Transformo sapos em príncipes,
e desperto belas adormecidas,(descobri o segredo)...


Foi nas noites de outrora, tempos de criança,
um pequeno príncipe, em seu banco de praça!
E quando sentia fome, transformava meu pedaço de pão,
em um grande Banquete!
Foi ai que comecei a fabricar brinquedos,
que hoje distribuo de graça!
Marte? Lua? Mar? Terra? Céus?
 Daqui lanço espaçonaves,e foguetes!



Graças ao  Criador do Universo, das noites e dos dias,
ele me adotou no berço dos versos!
E de presente me deu a Poesia!


Hoje dia das crianças, lágrimas riscam o céu de minhas lembranças!
E a saudade daquele castelo na praça,
onde a mesa imaginária era farta!
E dali nasceu os sonhos, que vejo cumpridos hoje, essa foi a minha esperança!

Por Deus,por minha Família e pela poesia!
 Hoje defendo " Se pudesse voltar voltaria!"
 "E Por essa Fábrica de brinquedo !"
Que e  imaginária,(mais existe em segredo)
Eu lutaria!!

A fábrica de brinquedos imaginária!


Autor:


lorisvaldolopesblogspot.com.br
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados