music

sábado, 31 de outubro de 2015

A floresta encantada...




Não são lendas as escuras ao limitar de vendas...
Nos vales de encantações, temíveis boatos!
Para ousar os limitados para que aprendam...
Não a lógica na razão da magia de certos fatos!

Aonde os caminhos se encerram, no entrelaçar da natureza...
Um percurso,  onde lobos e ursos rejeitavam prosseguir!
Raios de luz atravessando entre galhos  e cipós  indicavam a certeza!
Que o segredo preservado deveria persistir!


Rareiava-se uma seara, desconhecida das pessoas comuns,
consumia vestígios e rastros de ousados casais!
Onde na força de seus encantos se tornavam apenas um!
E o acesso restrito, os protegiam (instinto homem e mulher) 
que por esta vontade superam os animais!


Engolidos por segredada floresta e seus vapores,
isolava entre magia e orquestra, o diluir de um casal!
Sobre proteção de tal encantamento observava a cobiçar (solitária lua)
Aonde se confirmar o não encontrar de duas almas nuas!


Apenas as copas defrondas arvores, para proteger tal amor...
O solo pode tocar, tua parte transformada...
Homem e mulher sobre o pó se deitou...
Para se confirmar a lenda da floresta encantada!


E ao espalhar das névoas sortilegiantes,
despertaram entrelaçados como os galhos da improvada floresta!
E as marcas em seus corpos, se confirmavam  amantes...
Agora sobre juras encantados, jamais cessarão tal festa!




Autor:


lorisvaldolopes.blogspot.com.br
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados