music

quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

De tempos em tempos um ano...





         

(Lourisvaldo Lopes da Silva)


Para correrias, e passeios
noites e dias, vão se ausentando...
Basta a presença, as garantias e os receios
O quê está nos faltando?


Daquele 1° de janeiro passado,
quando este já adiantado era recém...
Viemos empurrando ponteiros,
somos feitos de horas repetidas também...


Somos nós,
que estamos aqui,
sons de vozes
Perenes porvir!


Meia noite, ano chegado ao cume,
para ver o novo, descendo ladeira...
Deste não aprenda, se costume,
a vida passa séria, a um futuro em brincadeiras!


Sorrisos, preocupam os olhares,
mais uma vez a renascer...
Ao som do amor, desejam-se os pares
um sonho chegante, a nossa mercê!


Vamos já se faz um ano,
e, as mãos dos dias, são correntes  unidas,
Para tal momento, o soberano,
para cada ano, um ano a vida!

A vida, explode nas alturas,
São rojões, anunciando a hora!
Aqui debaixo a gente olha,
ao céu, a chegada do novo ano ,
em uma noite escura!
E zero horas,


De tempos em tempos um ano...


lourisvaldolopes.blogspot.com.br
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados