music

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

In memoriam Ao passado...


Para os longos dias, (pausadas saudades)
quê ainda haverão de submergir!
Momentos dedicados dessa realidade,
a caixa do tempo vai se abrir...


Hoje, desfruto direito ao gosto,
ao tato, dedica-se as mãos...
Posso ter expressões no meu rosto,
qual ser, presença ou solidão!


Tudo, eu posso fazer,
ouvir e não escutar...
Lembrar ou esquecer,
amar ou odiar!


Mas, daqui a pouco,
não haverá mais volta.
futuro traz alegria ou fere o rosto,
independente, de tudo se comporta!

"Futuro", do hoje será a lembrança,
e quem segue sem ter nada?
Teu presente, tua esperança!
O hoje não pode ser apagado...


O livro das memórias futuras
cada verso vivido se desintegra!
Eternizada essa épica aventura,
"Verdades!" (de outroras) a justiça
te entregas!


In memorian, ao futuro,
pode ser recondicionado agora!
Vãos serão os votos e as juras,
sem viver, nada vigora!



"Não escreva!" (nada)
em paginas que se desbotam...
Toda escrita, pode ser apagada!
Menos aqueles que as anotam...



Viva agora, para o que há de vir,
memórias dignas de ser recordadas!
"Chegamos todos ate aqui!"
Vidas para serem relembradas...


Sirvam de sonhos os dias vindouros,
e quanto a historia inalterada...
Sempre haverá brilho se polir o teu ouro,
a frente paginas em branco, exibem nova estrada!


O passado, escreveu...
Para ser lido agora!
O futuro respondeu...
Ainda há tempo e muitas horas!


In memoriam Ao passado...


 Autor:




 lorisvaldolopes.blogspot.com.br
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados