music

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Quem e diferente agora?




O destino não faz perguntas,
dono de si, é o quê se entrega!
Quê ao invés de espalhar ajunta,
e tentado a desistir, sempre nega!


Foi ela, que me afrontara
sem me fazer perguntas!
Para as chances as bocas se calaram,
e diferenças também (andam juntas)


A maior conversão comprovada,
traz consigo a bandeira do tempo!
E as pedras, se perdem ao longo da estrada,
é o dia a dia constroem bons momentos!


Ela admirava o céu estrelado,
e se projetava na lua...
Os dias de sol, deveriam ser nublados,
vaidosa a se exibir pelas ruas!


Eu, já preferia as noites mais escuras,
e me escutava em meu silêncio!
(Projetando nossas aventuras)
Porquê meus dias são quentes, até mesmo noite adentro!



Mas o desejo não se vê impedido,
e nas breves ausências, de nossos defeitos
nos juntávamos compelidos...
Apaixonados se viram (encontram seus jeitos)



E assim os dias foram passando,
de brigas em brigas as formigas não param...
E o peso acima do teu, vão levando,
sábios os que aprendem, quando as reparam!



Veio o verão, e o calor foi causticante,
e as folhas, foram trocadas, nas longas noites de outono...
E o frio invernou longas madrugadas, se demora mais a lua, ambos são amantes!
E a primavera multiplica a vida, é devolve as cores aos seus donos!



Ainda um dia desses, me perguntaram,
ainda juntos?
As noites de luar se calaram,
e rompemos o silencio com novos assuntos!



E ate nossos olhares se indagam por horas,
e o corpo e os gostos se encaixam perfeitamente!
Quem é diferente agora?
O calor forçou o solo, a chuva a regou,
cresceu, floresceu e veio os frutos dessa semente!
E diferenças?  Essa se adaptou!



lourisvaldolopes.blogspot.com.br
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados