music

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Voracidade íntima...



Aspirações efervescente, perturbam-me sã consciência...

E o cio de uma racionalidade nata...

Glutonaria, quê cobiça, abundantemente a mesa farta ,
saciedade exacerbada ao extremo...

Não me permitem saciedade, essa impávida concupiscência, 
e se entrega a anelos insaciáveis...


"Uma luxúria secreta tenho projetado para nós dois"...

Guardei uma malícia discreta, 
que persegue insistentemente lascívias...
Será suficiente, nos abastecer por alguns breves momentos....
Quê segredos mais, se escondem nessa tua pele eriçada?
E quando me fartarei nesse corpo viciante?



Nas suas entranhas estou apegado,
 e no seu imo recôndito me encontro livre...

Não me contenhas, nem me peças quê espere...

Estou sucumbindo de lampejos excitantes... 
Devoro-te! Usufruo deste teu pudor dócil, inocente.

E me sirvo do  teu corpo!

E não reajas a vingança de meus desejos...

Vinde amada minha, e sintas o vigor que me consome,
e regozije em meus braços,com tenros gemidos...

Juntos entraremos no tempo, 
e nós deleitaremos sobre o vício da sedução...

Servirei a tí, virilidade e me fartarei na sua pele,

Vorazmente e me acamparei as margens de sua intimidade...


lorisvaldolopes.blogspot.com.br
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados