music

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Mademoiselle "Permita-me..."



Dirigir-te-ei minha agradabilidade? 
Resultado da esmera beleza , que despertas a minha admiração por ti!
Como podes continuamente surpreender-me?
Como se não bastasse a ultima lembrança tua, da qual "Bela" já eras invicta!

Mademoiselle Permita-me:   

Te comparar com as flores brilhantes que cingem a lua no céu!
Ou as estrelas que nasceram em jardins de tão belas...
Uma noiva prometida e desejada, cobiçado segredo ,me vejo perdido embriagado ao léu!
 Dentre todas,"És tu minha preferida" a mais singela!

Mademoiselle, ser-lhe-ei indiscreto ao confessar-te, 
" Não consigo imaginar-te mais bela!"
Devo admitir certamente serei surpreendido!
Como estou agora, deslumbrado, reconhecendo minha tola limitação ao vê-la! 
Permita-me este doce encanto tão atrativo!

Aprazível aos olhos, e cobiçada ao coração...
Cortejar-te-ei com sinceros atributos almejando sempre teu regresso...
São os mínimos plausíveis de minha gratidão!
Mademoiselle "Permita-me",  dedicar-te estes versos!



Autor:


 (Lourisvaldo Lopes daSilva)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados