music

terça-feira, 24 de maio de 2016

"Sabedor-ias!!"



Nunca vi um sábio (alegre)
nem um louco (triste)
Todo sábio e insípido,
e todo louco um célebre!

A sabedoria não tem gosto,
nem preferências,
mas estampa no rosto,
a advertência

"Sábio pensando!!"     
(penso que eles descobriram)
Uma fenda, para um universo paralelo
(vivem lá e fingem aqui)
Pensando bem -"Eu estou pensando!!"
-Mas não quero partir.

Os loucos são mesmos loucos,
mas no fundo são sábios rebeldes.
Descobrem lá e espalham-cá entre o povo
e a si mesmo se ferem.

Os loucos perderam a razão
é os sábios ganharam o juízo!
Os loucos não esperam o perdão,
e os sábios sofrem indecisos.

Cercaram as entradas da nossa realidade,
o sabedor, é bem resumido,
não conhece meias verdades,
(a não ser aquelas que os detém distraídos)
Mesmo cheios aparentam estar pela metade!

Os loucos trancaram os portões de quimera,
?E esqueceram que eles estão (aqui) do lado de fora?
Por isso questionamos "Se há um novo mundo a nossa espera?"
(Fiquem de olho nesses dois)

Se conhecem essa estrada, cedo ou tarde irão embora
se não forem, (pelo menos) apontem-nos o caminho.
Tem sido assim desde os tempos de outrora,
um do lado esquerdo, outro do lado direito,
e todo o resto vai pelo meio, mas nunca (nenhum) esteve sozinho.
Sábios, loucos é homens a tríade perfeita.


 
(Lourisvaldo Lopes da Silva)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados