music

segunda-feira, 30 de maio de 2016

(O bebê chegou)

E, quando eles chegam (ai, ai, ai, ai)
Chegam pra ficar! :  )

...Depois de algum tempo
(9 meses se passaram)


(O bebê chegou)

Pequeno no tamanho mas um gigante no amor.
Uma oposição que não encontra existência
(de um lado o sonho) é (do outro a realidade)
nunca houve alguém que pedisse amor com tanta sinceridade!
Os olhinhos chegam a brilhar de tanta exigência.

Quando em silencio "prendem a atenção"
quando aprendem a gungunar
Derretem corações,
e conseguem chegar,
a qualquer lugar!

"A mãe é quem leva"   :  )
e, o pai se entrega...

Mas....

Alguns hábitos são alterados,
(em alguns casos a noite vira uma criança)
A exigir cuidados  (rsrsrs)
O pai é a mãe se alimentam de lembranças,
(do passado)

Mas, eles crescem tão rápidos,
dentro de alguns anos
geram sonhos, esperanças
e nos seus rastros (encontramos saudades)

Saudade do que pensávamos ser cansaço,
das mãozinhas capazes de segurar um mundo,
e guardar todo o universo dentro dos seus abraços,
...de repente eles crescem, em menos de um segundo.

E, deixam a gente bem pequenininhos,
e voltando no tempo...

Até a cama fica maior  : (
já estava acostumada...
com o pequeno invasor,
mas ele está por ai em algum lugar da
casa crescendo.
E junto também cresce o nosso amor,
observando nossos pequenos.
   


(Lourisvaldo Lopes da Silva)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados