music

sábado, 24 de dezembro de 2016

Sátira
FÚRIA NO DIVÃ

Godofredo clemente (vulgo) "Good-Bang"
 
15;00 hrs da tarde de sexta
Good-Bang combina a pescaria
do fim de semana com os amigos.

17;00 hrs (Ele) chega em casa
 Como se sabe, se faz de besta.
Pensava Good-Bang (que) ela não se importaria,
não sabia este, discernir a astúcia de um sorriso.

Geneci dàs Dores (conhecida) Também por D. Correição

17;15 hrs
-Poder ir senhor Godofredo!
(rsrsrs) Ser chamado por nome e por extenso
por aquela que mora no nosso coração...(?)
Algo muito sério a se pensar,
e a si ter medo.

Necizinha ou flor (era assim que ele a chamava)
-Volto amanhã antes que escureça!
Va-Va-Vai só eu e o Pe-Pe-Pedro.
Good-Bang!!! Aonde vc tava com a cabeça? : )
Não sabes tu homem!!!
"Gaguejou (mulher desconfiou)"

18;00 hrs já na estrada
Uma ultima olhada pra trás
e um tchauzinho para a mulher amada.

D.Correição era só Coração! : ))
Coração que nunca dorme,
um olho bem fechado e outro bem aberto.

(Imaginem a felicidade de Good-Bang)
Até parece que de algo ele foge!

...Às horas da noite de sexta são lentas
e demoram passar.
Ó aurora! Minha aurora de cores cinzentas
Porquê!!! Porque demoras tanto chegar?

06;00 hrs da manhã de sábado.
D.Correição vai a padaria logo bem cedo,
e, encontra Maria (Mulher de Pedro)
Quê foi na pesca (?) Com Good-Bang
-Não D.Correição Pedro está em casa dormindo!

"A descoberta de uma mentira
é como um vulcão em erupção
cuspindo lavas de sangue fervente
que sobem do intimo do coração."

11;00 hrs manhã de sábado
(Ela) está sem fome
e atônita olha fixamente para a estrada.

Mas, nem sinal de Good-Bang...

"Teus olhos são duas chamas
que mais me consomem do que me amam." 

E Good-Bang? Bem...? (Ele?)  ...Estava no rio?
Sim! E tranquilamente pescava...
Como se navegasse em um mar vazio,
em pensamentos, pelo céu ele passeava.

À pesca estava tão boa, mas tão boa,
que ele resolveu voltar só domingo de manhã bem cedo.
Ele e o tal do amigo (Pedro)

"Solidão! Àh Solidão das noites de sábado
 céu levemente estrelado...
E juras s/amor feitas a dentes cerrados."
Bom seria que não existisse tais dias
...Bom seria.

05;00 hrs (madrugada de domingo)
Aurora no céu desponta
Logo será uma nova manhã
E Good-Bang já está na estrada
(e volta alegre e sorrindo)
Sem desconfiar, que todo lindo iceberg tem uma afiada ponta,
e que a "MENTE-Q-MENTE" pode ser destrinchada em um divã.

"Mulher de puro amor, é confiante
e mulher amada, é o mais precioso diamante."

"E mulher insegura,
em uma das mãos tem flor
e na outra uma espada.
Uma doçura (rsrsrs)"

07;00 hrs da manhã de domingo,
ao longe Good-Bang aponta.
"Como é bom viver sorrindo
em um mundo de faz de conta."

Mas no mundo real,
tudo é de verdade!
O jarro de flores sobre a mesa
o relógio de parede.
Um pedaço de pau,
às incertezas e o copo de alumínio
preferido para matar a nossa sede.

Tudo é sólido e temos até firmamentos
que sustentam os nossos pés.
Pés velozes que correm mais que o vento.
 
Mas quando a batalha é atraída para o divã
NÃO TERÁS MAIS TEMPO!!!
(de correr) rsrsrs

D.Correição Hábil cozinheira
tradicional, com avental
e pau-de-macarrão
(nas mãos)

Para completar a sua coleção
(não poderia faltar)
Dependurada num prego na parede da cozinha,
Uma gigante frigideira.
(ainda bem que essa casa não é a minha)

Quando Good-Bang
entra cena, se descobre dentro de um coliseu!
"Olhos que não dormem, tem a cor do sangue!"
Homem de muita fé (lembrou-se de Deus)
rsrsrsrs

D.Correição é pura convicção
que a verdade vira a tona.
Good-Bang busca defesa
se abaixa pula, e corre em volta da mesa.

Os mortais que os cercam,
não podem interferir.
(mas podem rir)
"AQUELES QUE NOS OBSERVAM!"
Podem rir.

Depois de se abrir, e libertar a mente
e superar as dores pelo corpo, "o ser em si
se torna muito mais forte."

E passa a dar maior valor a vida
quem esteve cara a cara com a morte.

D.Correição é puro coração
resolveu acreditar em Good-Bang.
Mas sem concede-lo o total perdão!

Até hoje vaga,
princípios e valores inseguros.
Pelo mundo da lua.
A lenda ainda é válida
para o presente ou para o remoto futuro.
    
Assim como se faz da noite passada
uma nova manhã.
À fúria deve ser moderada
e apenas libertada no divã.





(Lourisvaldo Lopes da Silva)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados