music

domingo, 25 de dezembro de 2016

  
O último presente!
 

Ele veio, mas já está indo embora...
Me parte o coração o olhar, à tão vazio céu,
como se nele estivesse contido, todas as horas.
E todos os bons momentos se ocultassem por trás d'um véu.

Já é tarde, alta madrugada que se adianta,
os cortejos célebres, inermam  estarrecidos.
Nas mesas não existem espólios da ultima janta,
e os que dormem, sonham, universos coloridos.

Eu me encontrei sem sono
nos braços da insistente estrela que brilha.
Como se fosse o único presente
que não se encontrara com o seu dono.

Nesse exacto momento de inutilidade
consegui vê-lo decolando em seu treno
em direção, à mais um ano de saudade.
Confesso-vos "Nunca antes me senti tão só"
 
Ao me adiantar na despedida, 
que logo iria acontecer.
Dos amigos mais próximos e da família,
que o tempo me tentaria, a esquecer.

Eu pude sentir o cansaço da solidão e suas causas
(me imaginando) ...longe de todos.
N'um céu imaginário, perfeita nave flutua sem asas
puxada por renas encantadas, em direção ao ano novo.
 
Antes que o céu estrelado pudesse se fechar
e neste surgisse o tenro amanhecer.
Do trenó do bom velhinho 
que se dissipava entre o luar
"desprendido presente caiu" 
(-como poderia ele, o esquecer?)

Então corri! 
Na direção do que eu mais acreditava,
a essência do natal, faz parte de mim...
Como o faz, O voar! "Mesmo sem ter asas
na busca da imortalidade e da magia sem fim."

Encontrei, como se por mim esperasse
aquele de todos (o ultimo presente)
 Quando o alcancei com as mãos, 
descobri que ele não foi esquecido
nem tão pouco havia caído!
Era semente, digna de seu próprio chão.

A magia do natal deve ser plantada
como uma flor de excelsa beleza
no peito, para ser guardada.

O amor quando se sobressai
deve ser cultivado.
Sobrevoo de sutil beleza
dádivas para serem lançadas.    

Papai Noel já havia desaparecido no céu...!

"Mas o céu me dizia, que deveria ser assim!"
Para que desenfreado fosse todo o escarceu
e o cerne de toda grandeza fossem novos anseios
para o novo ano que está porvir.




(Lourisvaldo Lopes da Silva)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados