music

sábado, 10 de dezembro de 2016




(Adágio) 

Fim. 

Apesar das belezas
existe as distancias...
E o caminho à percorrer é longo!

Mesmo sonhando 
um dia a gente cansa!

A realidade salta dos sonhos
por isso nos é exigido perseverança...
"Para prosseguirmos depois de uma parada!"

Por maior que seja o nosso amor,
nós não estamos imunes a dor,
que ronda os nossos corações.

A vida é mesmo uma estrada
que passa por tudo que existe...
E, ao longe ela se emenda com o céu.
Algumas vezes nos sentimos sós e completamente tristes
O conto de fadas por trás do véu.
 
Apesar do céu tão lindo 
existe o calor dos dias causticantes.
E o ardor pelas manhas de domingos
faz com que os outros dias sejam gigantes.
 
A beleza diante do olhar
é tão grande feito o mar...
Devo seguir em frente 
para chegar à algum lugar
Em que seja tudo diferente.

Hoje quando passei por aqui
me sentia assim...
Sem nada porvir,
e na sensação do fim.

Dividindo céu e terra
como se fosses eu, um terceiro
entremeando a paz e a guerra!
 
E meu desejo de viver prevalecia
"Continue! É por aqui o caminho!"

Veio então, Elegia, e se apresentou como poesia
e apesar de tão pouco vigor em mim...
Fui despertado por sua forma mórbida de transmitir carinhos.

E decidi continuar
Tentando entender os motivos do fim!





 (Lourisvaldo Lopes da Silva)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados