music

domingo, 10 de abril de 2016

Ser único.. Prt 2 "Liberdade"



Por diversas vezes
espalhado...
Tentei me encontrar lá fora
Inanimado, tempos de
Outroras...

Fui me informar,
absorta racionalidade...
Me ensinou a falar
é da história
eu senti saudades

Dos oráculos enigmáticos
de insurgentes filosofias...
Lembrados milenares
é seus mapas de utopias...

Queria ser aquele,
sentado na pedra...
Renunciando deveres
(solidão sem trevas)

Ser único  que não sofre!
Pensador...
Que nunca morre
por dor!

"Mente" a mãe do destino
lavrando para o amanhã...
Tudo ensinar (Limita o menino)
"Ah o quê serei eu? Sem meu afã?"

"Mente minha Mente minha
rasga essa mortalha de aço!" 
Entorna o mosto desta vide
seja livre é voe alto!



(Lourisvaldo Lopes da Silva)

Link para o poema "Ser único" Prt 1

 http://lorisvaldolopes.blogspot.com.br/2015/12/ser-unico.html
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados