music

quarta-feira, 13 de abril de 2016

A magia da poesia (Prt:1,2,3,4,5,6,7)


Primeira porção do amor...

A primeira porção do amor vem bem cedo
antes da capacidade de discernir...
(Entre o certo é o errado)
Ou escolher por nós mesmos...
O amor nos ensina a chorar, nos ensina sorrir
é aprendermos, observando é calados!

O amor não existe pra si só!
Ou para que seja apenas pelos outros...
Dentre todos os sentimentos ele é o maior...

Nasce no coração, para dominar todo o corpo
é busca por mais amor, até que nós dois estejamos juntos!

O amor pode não fazer milagre,
porque não obriga o querer de quem ama.
Mas pode trazer-lhe saudades
é que se recordes de mim no silencio de tua cama...

Amor.

Não existe para um só...
Ele é nosso...
Te amar!! Posso?

A primeira porção de amor em minha vida
foi ser amado,
mesmo antes de ser formado o meu coração...

Você não existia
nem eu!
Uma poesia
escrita por Deus...

"A magia dessa poesia
é uma porção de amor"

Chega um momento na vida
que amor exige mais...
Aprende a falar a andar, é quer vida
quer viver a paz...
Quer morrer?  "Jamais!"

Não antes de vive-la
por uma vida inteira...

Iniciei uma longa jornada
para chegar a fonte, aonde nascem os versos...
Para preparar uma porção de amor para a minha amada
é quando poeta, voltarei a ti em meu regresso...


(Lourisvaldo Lopes da Silva)

continua...
A magia da poesia (Prt:2)




Minh'alma solitária por quê te entristeces?
Dentro de mim o que te faltas?
"Não sabes quem, mas também não te esqueces
é  te sentes só minh'alma!"

Amor meu
pela metade!
Quem sou eu?
A saudade?

Porquê sinto-me, tão sozinho
(sei) em algum lugar, ela me espera...
Sente-se tão sozinha
a metade que me falta esta com ela!

Não existem dois tão parecidos
nem entre o sangue que une os parentes.
Ou entre a cumplicidade que fortalece os amigos,
quem pode explicar o amor que existe entre a gente?

"Deus escreveu o nosso destino,
-e nos deu a liberdade para, o escolher!"
Se eu seguir o que estou sentindo
chegarei até você.

E no teu sorriso terei minha alegria,
verei o amor no brilho de teu olhar...
A magia da poesia
se cumpre, quando eu te encontrar!

Minha alma Gêmea

(Lourisvaldo Lopes da Silva)



A magia da poesia (Prt:3) 

"É ela!"

Pasma solidão
que afeta meus sonhos...

Pede-me vida
e estou tão pouco.

O desejo que me completa
está muito distante.

Cego coração
que rejeita ver através do olhar.

Olha pra mim tolo
sentimento sem juízo!

Dessa falta abstrata
que me atormenta...
Mar de imensidão
dormente vela em meu coração!

Me falta a mim mesmo
minha alma, é meu esmo.

Paixão que fere a minha pele
deste sol que me encolhes
nas noites frias...
Recolhe triste poeta,
e te aqueças nestas poesias.

Tão só como eu
quem deverás a este ser
o favor de Deus!!!

"Criador que me fizestes triste
é de  grandes lacunas me deixastes livre!"

A liberdade qual desejo
sagaz não se alimenta...
Perseguindo este segredo
que me atormenta!

"Preciso dela!!"
Só assim serei tão livre como meus sonhos...
Que andam boêmios pelas ruas de quimera!

Olhando a lua que me distancia...
Alma nua
arrasta sobre ti o manto dessa fantasia.

...Que ergue desta mortal vontade
a mão carente que sente imensa falta!
"Aonde estás que não vens é também não passas"
Esperança que hesita, só é pela metade

Até que das nuvens
bravejam os brancos
Já não turva tanto a escuridão
é no silêncio da solidão
começo a ouvir suaves cânticos.

Uma sereia mulher que compõem utopias
veio viver longe do mar...
Atrai sobre ela as mais belas de todas as poesias
quando o poeta que tanto escreve começa a amar.

"É ela!!"
Que preservada de coração, espera...
Ousada donzela
"É ela!!!"

Diga-me se teu amado sou eu?
Ela é tão livre como a vontade de Deus...
Mas preferiu esperar pelo destino
de amores passados ela nunca cresceu
por acreditar neste amor menino

...Que trago em minha maturidade
as cores ainda não tingidas...
A beleza da saudade
diante de quem sonhou-te em sua vida.

No dia em que te encontrei
encontrei-me com a poesia
do amor que sonhei...
Muito mais que abstrato é magia!

O semideus foi seduzido
com liberdade de escolher!
Um livre fugitivo
até chegar em você.

Para tal viver mortal
uma alma eterna
busca por outra igual
foi o que senti dentro de mim

"É ela!!"


(Lourisvaldo Lopes da Silva)



A magia da poesia (prt:4)


Unir'Versos para a minha amada

"Zeus me concedes a mão de uma de tuas filhas?"
Poeta não vive só de utopias!
Mas cerca de fantasias a tua ilha.
Poeta vive de poesias

O marco do amor em solo firme
em meio a massa densa dos sentimentos...

O silencio maior nega a existência dos deuses
é o move a vagar pelo universo.
Até bater a porta de Ptolomeu
é permitido parte ao seu arado compondo versos.

Foi ali nos altos do céu que conheci Ursa
cultivando seu jardim maior.
 (Todo poeta tem sua musa)
Que seja, no mar, na terra ou no céu
imaginário por esperança,[Poeta nunca está só]

Poeta já viveu suficientes Déjà vus 
contos passados da imaginação.
Já chorou em nuvens brancas de céu azul
desejando que sua flor surgisse por esse chão 

Tudo tem seu inicio, inicio nunca tem hora
um chega outro fica
Um fica é outro vai embora!

Renovação é a força que nunca para
quando quiser pode recomeçar novamente.
Superação é flor de beleza rara!
Esperança é um punhado de sementes...

Os disparates de um compositor
 insistem em acreditar...
Se existe amor
Devemos o encontrar.

É quando cansada noite se entrega
chega aurora!
A fadiga de um poeta nunca nega
"desertos regados, campos de flora"

"Amada minha Amada minha"
 É chegada a nossa Hora!!
A magia dessa poesia
é para enxugar as lágrimas do olhar que chora.

Daqui pra frente, cantem os deuses seus louvores desconhecidos,
"Foi Ursa quem me lançou essa estrela!"
Para a poesia que atravessou o céu, versos novos tenho prometido
Amada minha, "Estou aqui para recebe-la!"

Continua...
 
(Lourisvaldo Lopes da Silva)
 
A magia da poesia (Prt:5)


Respiros de um poeta
Há quem duvide
que o dia de hoje não soubesse do ontem...

É que o amanhã talvez não venha.
Há quem se entrega a morte
tendo sobre a cabeça a coroa da vida...
Quem rejeita a fé deseja a sorte,
a velocidade da dor, deixa a paciência das feridas.
 
Uma frase pra mim de todas é a mais triste de ser ouvida
"O amor não existe!"
 Não existe vida?
 
Então eu não tenho alma?
de todas as dores essa pode ser a mais triste.
De ser sentida...
Quem realmente deseja saber? "Não rejeita!"
Quem rejeita muito sabe,
mas o saber é submisso imortal, então jamais se acabe!
Esperança não é futuro
esperança é escolha.
Não há quem venha ao meu encontro
mas há quem me espera.
-Esperar de esperança.
Amanhecer de poesias
Quando "Segredo"  foi encontrado
ele estava nu...
Mas não envergonhado
porque não era visto.
(Nem tudo deste mundo foi aproveitado!)
[Segredo calado]
Nos altos foram vistos os homens
perseguindo as grandezas da vida
Caminhava aqui embaixo os sonhos
procurando por eles que estavam lá em cima!
Ah minha poesia, das menores coisas que existem
caminha suave entre os desprezados.
Poesia dos alegres, poesia dos tristes
poesia dos momentos não desfrutados...
Quem saiu na frente do ocaso?
Chegou primeiro?
Quem estava de pé na noite
não pode ser o dono [mas é herdeiro!]
[Alcançar de acreditar]
Quando eu encontrei poesia
ela ainda era uma fada nova...
Recém chegada, de minhas fantasias!
De todos os versos que ela me traria
exigi-lhe que um deles deveria ser apenas meu!
Houve consenso entre a descrença é a magia
"que seja feita a vontade de Deus!" 
 
A frase mais linda que há?
O amor existe...
Meu verso "Amar!"
A minha resposta
"Acredite!"
Ela veio, como era esperada
é me encontrou como ela queria...
Agora ela será contada
poesia por poesia!

(Lourisvaldo Lopes da Silva)
 
 
 
 

A magia da poesia (Prt:6)




O primeiro dos nossos dias.

Tudo passará tão rápido
até chegar em nós!
Passamos por Einstein, e ele estava parado
sabíamos que ele estava certo!
[E aquele era o seu tempo]
Mas não ouvíamos a sua voz.
Quando chegou o nosso tempo
tudo se distanciou
 é não havia ninguém por perto
quando a gente se amou...

Toda espera foi recompensada
"Quimeras é primaveras"
Todas elas foram encontradas!

"Em ti!" Minha amada...

O passado não mais importa
ainda que solidão recuse ela se vai...

Tendo há em meus braços
apenas me lembrei...
Dos sonhos mais altos
que um dia sonhei.... 

Quando na lua me inspirava
o dia eu guardava em ansiedade.
Porque o nascer do sol me era por esperança!

É como você não vinha,
eu a inventava...
Em tudo a via sozinha
em tudo eu a amava!

A amei no ar
porque o ar é vida!
Ainda que me imaginasse
como os ventos

-Porque nada detém estes mesmos
[a fantasia do coração
livre em seu esmo!] 

Pude caminhar nas nuvens
é hoje a tua pele macia
me trouxe essa poesia!

Beijei a mão das fadas
e amei, a uma desconhecida...
Que chamei de amada
agora a conheço,
és tu "Minha vida"

Criei uma utopia entre as flores
é todas elas me amaram muito...
Me ofereciam aromas,
eu lhes oferecia meus favores.

"Não sintas ciúmes minha amada
desta primavera"...
Eu vagava só é pela estrada
quando me dei conta estava em quimera!

Terra da rainha dos desejos
proibida para os mortais
em seus medos.

Mas eu não tive medo dela
ela sempre foi minha
Houve magia quando a vi
minha poesia exclamou "É ela!"
É hoje nós dois estamos aqui

A existência do abstrato
traz os loucos para baixo
é desafia a ciência!

"Para o teu corpo eu trouxe um mapa
dos maiores tesouros que escondi!"
Quando fui pirata, livre pelos oceanos
(para o futuro de nosso amor fazia planos)

Saqueava as naus a deriva
tinha emoção entre as meretrizes
nas noites festivas
[mas me faltava vida].
Fui transformado pela natureza
e na terra firme busquei minhas raízes!

De aspecto lendário
me confundiram com as mandragoras
Me chamaram de ser imaginário
"Que olhem para mim agora!"

Abraçado a esta mulher!
Poesia é vida!
E amor é fé...

Ou não me viram passar pelo deserto?
Cantando para os meus medos?
Abrindo caminho no meio do fogo,
através da morte da dor é do medo?

O tempo para diante de nós
neste dia...

É não existe nenhum outro motivo
que seja maior ou melhor
que o nosso primeiro dia...

No primeiro dia nasce o amor esperado
do primeiro dia depende todo o futuro!
"O primeiro é o único que não conhecerá o passado!"

O que você apresenta é o que vai ficar,
o que te alimenta, não vai te deixar parar!

Então confesso-te, nos entregaremos assim
hoje é apenas nossa primeira vez
juntos, e vai se repetir,
por todos os dias!
Para que jamais aconteça
entre nós o que chamam de fim!

 "Amanhecer de poesias"

Depois de saciada a nossa primeira fome,
olhamos o mundo a nossa volta...
Parece que nos conhecíamos a anos
todo o resto estava passando muito rápido,
mas o nosso tempo,
somos nós dois que estamos controlando...

A gente vai até aonde desejar
então decidimos!
Paramos de contar...
e por nos desejar, "Nós coexistimos"

(Lourisvaldo Lopes da Silva)

A magia da poesia -continua


A magia da poesia (Prt:7)Fim...

 -Eternizados-

Quem realmente eterniza?
A vida? Ou o amor?
Quem é mais lembrado?
A morte? Ou a dor?
A alma do corpo escolhe o lugar mais alto...

-"Se não existe volta
que encontrem as respostas."
 -"Se não pode parar a vida,
não tens motivos para voltar atrás"

Terás tantas oportunidades para fazer o certo,
que perderás as contas...
Ao menos?... (Que sejas(mui) hábil para aprender)
E nunca mais se esquecer.

Felicidade pôr bondade se repete!
Evita o sofrer de novo,
tristeza, por necessidade...
-nunca se esquece.

Inesquecíveis são as cicatrizes!
Aquilo quê te marca
(É também aquilo quê não passa)
Pôr baixo do solo, sempre restará algo das suas raízes!

"Aqui houve apoteose,  ou passou simplória,
a honra é a justiça, que separa a cada qual
o mérito de suas glórias."

Toda ação é uma semente
é a safra estimulada vingará em seus frutos...

Pra quem soube fazer escolhas...
Árvore viva da vida
Decompondo entre cinzas é folhas...
Morre o lenho mas se aquecem a sua volta.

Os grandes/ apaixonados/ de outrora
são efeitos/ de cinzas/ espalhadas pelos ares/
-Adubando os campos de floras
legam eternamente através de seus avatares...

Certo foi o amor ao se disfarçar de flor.
E a bondade de Cristo, na brava armadura de sua dor!

Excalibur me fez lembrar da vocação atendida...
Não fere a espada pura
quem a empunha se imortaliza...

-Passado lembrado.
-Eternizado/s.

Amei-te calado
-no passado.

Amei-te quando triste é ausente
até que a tive presente...

"Por perto- Bem Perto -Tão-perto -É- Agora juntos.

Quando também me amou?
Já espreitava dentro do teu peito
o amor por mim?

Porque já trazias ao meu encontro
o que eu procurava.
A poesia várias vezes relida
e desejada, realizou meu conto.

[Meu elo perdido]
Encontrado/imortalizado...

Que desenha dentro do peito, a mulher amada,
e a magia a transporta até minha vida!
Fada sem asas,
em minhas mãos para ser lida.

Quando lia os poemas de Cora
de seus versos correntes eu bebia...
"Paságarda vou-me embora"
Manuel bandeira insistia!

[havia em ambos a mesma magia
mas diferentes poesias]

Se fossem mortais os sábios é os loucos
não seriam, nem muito e nem pouco
apenas mortais.

 A filosofia não venceria o deserto
é as areias do tempo, nada nos trariam...

Imortal chamado,
entristeceu o coração de Adão...

Tinha o céu o Criador a terra é o paraíso
era dono de sua razão
é escolheu este juízo
preocupado por dentro...

"Do quê  preciso?"

Preciso ser amado.
-Desejei-te calado!

Até que um dia te amei
mas não a tinha...
Te procurei então,
para que fosse minha.

Uma eternidade é infinita
para ser esperada, sozinhos
É a vida? Ah triste seria a vida
se eu não tivesse os teus carinhos.

Pode se dissipar o corpo é alma não ser vista
mas dela levarei o gosto
mortal, dessa presente vida.

Irmã gêmea de minh'alma
amada minha...
-Metade encontrada

Quando ouvirem nossas salvas
chegamos a última pagina!
É eternamente seremos lembrados
pelo universo das entrelinhas.

Quando os jovens fecharem os olhos para sonhar
é as moças inspiradas a acreditarem no amor...
Vão se lembrar
-O nosso tempo passou
-mas o nosso amor se eternizou.

A magia da poesia, é descobrir e suscitar
outrora, presente é porvir...
O melhor que existe aqui?
A nossa capacidade de amar.

Eternizados

A magia da Poesia (fim)  


 (Lourisvaldo Lopes da Silva)
  


Grato a todos que leram.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados