music

quinta-feira, 21 de abril de 2016

A magia da poesia (prt:4)


Unir'Versos para a minha amada

"Zeus me concedes a mão de uma de tuas filhas?"
Poeta não vive só de utopias!
Mas cerca de fantasias a tua ilha.
Poeta vive de poesias

O marco do amor em solo firme
em meio a massa densa dos sentimentos...

O silencio maior nega a existência dos deuses
é o move a vagar pelo universo.
Até bater a porta de Ptolomeu
é permitido parte ao seu arado compondo versos.

Foi ali nos altos do céu que conheci Ursa
cultivando seu jardim maior.
 (Todo poeta tem sua musa)
Que seja, no mar, na terra ou no céu
imaginário por esperança,[Poeta nunca está só]

Poeta já viveu suficientes Déjà vus 
contos passados da imaginação.
Já chorou em nuvens brancas de céu azul
desejando que sua flor surgisse por esse chão 

Tudo tem seu inicio, inicio nunca tem hora
um chega outro fica
Um fica é outro vai embora!

Renovação é a força que nunca para
quando quiser pode recomeçar novamente.
Superação é flor de beleza rara!
Esperança é um punhado de sementes...

Os disparates de um compositor
 insistem em acreditar...
Se existe amor
Devemos o encontrar.

É quando cansada noite se entrega
chega aurora!
A fadiga de um poeta nunca nega
"desertos regados, campos de flora"

"Amada minha Amada minha"
 É chegada a nossa Hora!!
A magia dessa poesia
é para enxugar as lágrimas do olhar que chora.

Daqui pra frente, cantem os deuses seus louvores desconhecidos,
"Foi Ursa quem me lançou essa estrela!"
Para a poesia que atravessou o céu, versos novos tenho prometido
Amada minha, "Estou aqui para recebe-la!"

Continua...

A magia da poesia (Prt:5)


(Lourisvaldo Lopes da Silva)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados