music

sábado, 30 de abril de 2016

Calor de inverno



O ar pede calma
uma dança nua
em noite de lua
o corpo se sentindo alma.

Abraça-te a mim mesmo carente
encolhida de tremores.
Aonde eu sonho,
têm sol, têm seus favores.

Abraçados
calados
Gelados.

...(Vejo casais)
de hálito quente
embranquecendo o ar
lá de dentro
vem o calor
é a vontade de amar.
 
-verão dos sentimentos
amor -amar -amar -amor.

Noites frias
madrugada gelada
eu vi poesias
na mulher amada 
  
...Que encolhida, não quer ficar sozinha
nem eu fiz d'gelo, minha companhia

"O frio quente que se esconde no vinho
correndo pelas nossas veias."
 
Cabana de inverno? "São teus carinhos
Fagulhas é centelhas."

Recuados foram os desejos
até um lugar mais quente.
Chegue mais perto deste segredo
(quanto mais perto, mais ardente).

Nem os rios, expostos ao sol
resistem tanto ao frio.

Mas a este amor subalterno
não falta calor,
nem nas noites de inverno!  


(Lourisvaldo Lopes da Silva)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados