music

domingo, 24 de abril de 2016

A magia da poesia (Prt:6)




O primeiro dos nossos dias.

Tudo passará tão rápido
até chegar em nós!
Passamos por Einstein, e ele estava parado
sabíamos que ele estava certo!
[E aquele era o seu tempo]
Mas não ouvíamos a sua voz.
Quando chegou o nosso tempo
tudo se distanciou
 é não havia ninguém por perto
quando a gente se amou...

Toda espera foi recompensada
"Quimeras é primaveras"
Todas elas foram encontradas!

"Em ti!" Minha amada...

O passado não mais importa
ainda que solidão recuse ela se vai...

Tendo há em meus braços
apenas me lembrei...
Dos sonhos mais altos
que um dia sonhei.... 

Quando na lua me inspirava
o dia eu guardava em ansiedade.
Porque o nascer do sol me era por esperança!

É como você não vinha,
eu a inventava...
Em tudo a via sozinha
em tudo eu a amava!

A amei no ar
porque o ar é vida!
Ainda que me imaginasse
como os ventos

-Porque nada detém estes mesmos
[a fantasia do coração
livre em seu esmo!] 

Pude caminhar nas nuvens
é hoje a tua pele macia
me trouxe essa poesia!

Beijei a mão das fadas
e amei, a uma desconhecida...
Que chamei de amada
agora a conheço,
és tu "Minha vida"

Criei uma utopia entre as flores
é todas elas me amaram muito...
Me ofereciam aromas,
eu lhes oferecia meus favores.

"Não sintas ciúmes minha amada
desta primavera"...
Eu vagava só é pela estrada
quando me dei conta estava em quimera!

Terra da rainha dos desejos
proibida para os mortais
em seus medos.

Mas eu não tive medo dela
ela sempre foi minha
Houve magia quando a vi
minha poesia exclamou "É ela!"
É hoje nós dois estamos aqui

A existência do abstrato
traz os loucos para baixo
é desafia a ciência!

"Para o teu corpo eu trouxe um mapa
dos maiores tesouros que escondi!"
Quando fui pirata, livre pelos oceanos
(para o futuro de nosso amor fazia planos)

Saqueava as naus a deriva
tinha emoção entre as meretrizes
nas noites festivas
[mas me faltava vida].
Fui transformado pela natureza
e na terra firme busquei minhas raízes!

De aspecto lendário
me confundiram com as mandragoras
Me chamaram de ser imaginário
"Que olhem para mim agora!"

Abraçado a esta mulher!
Poesia é vida!
E amor é fé...

Ou não me viram passar pelo deserto?
Cantando para os meus medos?
Abrindo caminho no meio do fogo,
através da morte da dor é do medo?

O tempo para diante de nós
neste dia...

É não existe nenhum outro motivo
que seja maior ou melhor
que o nosso primeiro dia...

No primeiro dia nasce o amor esperado
do primeiro dia depende todo o futuro!
"O primeiro é o único que não conhecerá o passado!"

O que você apresenta é o que vai ficar,
o que te alimenta, não vai te deixar parar!

Então confesso-te, nos entregaremos assim
hoje é apenas nossa primeira vez
juntos, e vai se repetir,
por todos os dias!
Para que jamais aconteça
entre nós o que chamam de fim!

 "Amanhecer de poesias"

Depois de saciada a nossa primeira fome,
olhamos o mundo a nossa volta...
Parece que nos conhecíamos a anos
todo o resto estava passando muito rápido,
mas o nosso tempo,
somos nós dois que estamos controlando...

A gente vai até aonde desejar
então decidimos!
Paramos de contar...
e por nos desejar, "Nós coexistimos"

(Lourisvaldo Lopes da Silva)

A magia da poesia -continua

 Prt:7  Eternizados  (fim da jornada(A magia da poesia)
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados