music

sábado, 24 de setembro de 2016

Do que tens medo?


A doce agreste obstinada dos campos
Frágil se esconde ás finas neblinas
Campos azuis em teus olhos brancos
 Deténs o dia em lábios cerrados
Bem queria de tua voz ouvir o canto

Pálida, a paisagem que t'cerca
No contraste das cores menina
Juro por Deus "Nunca ví mais bela!" 
Quando surges ela, brilha a colina
 
 Se nuvens a desenhassem
Lá; de todos se esconderia!
E, mesmo que ao céu não falte
Se fosse um anjo, à protegeria
 Até que por mim teus medos passem

Não fuja a luz d'teu calor
Nem o lampejo de teu sorriso
Escureça! Para vedar-me tua conquista
Sabes, serei na noite o pequeno lampiro
Buscando no breu, a flor tão bonita
 Se, te proíbes amar, não proíba-me
Amor meu.



  

 
(Lourisvaldo Lopes da Silva)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados