music

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

" Nada rima com Nada"



Nada rimando a toa
na proa desse convés
Olhar que sobrevoa
a terra a sete pés


A resposta que nunca tenho
na pergunta imperfeita
Propostas no desdenho
jamais serão aceitas


"Nada rima com Nada"


Observa-a atentamente
lamuria de fim de tarde
Se calado é consentes
O silencio é verdade?


Não há versos em contramão
no vaie-vem do meu poema
Bate forte o coração
no meu sentir das penas


Venham ver a cor que alucina
o sangue da dor
o vermelho do amor
A confusão das rimas

Nada não existe
motivos a obrigar
Coração deste homem triste
Lançado ao mar


Amar não me queria
querendo eu amor
nas pressas e fobias
Nada me restou



Para ser preenchido
a ciência se encarrega
(Duvida?)
Dito pelo não dito
Sem rima se nega....
No fim a vida se entrega!


"Nada rima com Nada"


Autor:



lorisvaldolopes.blogspot.com.br
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados