music

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Menina...



Menina...quê não cresce nunca
E nem menor se faz
Para tê-la sempre junta
Serei para sempre menino rapaz



Só um pouquinho mais maduro
Não muito a sua frente
Um menino ousado pensando no futuro
(Menina vou cuidar muito bem da gente)


Nosso guarda-roupas vou encher de ursinhos
E em formato de coração várias caixas de bombons
A nossa cama enfeitaremos com muitos carinhos
Música romântica e suave nunca há de faltar em nosso som


Brincadeira séria durante o dia
(de gente grande) de homem trabalhador
Ao cair da noite,  minha menininha...
Escreverei sempre novas e belas poesias
A maior recompensa, ao menino quê sonha ser escritor

É ter você!  Inspiração! Minha...

Tua doçura e fragilidade de mulher
Completa,e farta a minha mesa de alegria
Dois inocentes quê sabem bem (o quê quer)
Pararmos de contar os dias

Impossível será parar o tempo...
Mas não o nosso sentimento!
...Amor...

  
Sem malícia ou maldade
Sem ódio ou orgulho
Sem preguiça sem vaidades
Apenas Amor quê não envelhece
Se garante no futuro...


Minha menina
A gente se merece
Se conhece
E jamais termina....



Menina...


Autor:


Lourisvaldo Lopes da Silva
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados