music

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

A força....



Até pouco tempo atrás
Me estribava no quê tinha por força...
...Quando se têm tudo....
O quê se procura
Chamando, sempre há, quem ouça!
Amizade pra mim?  " Sinônimo de paz! "
Guerras?   Um problema do mundo!
Bens (e muitos)  "Sinônimo de fartura!"

Um certo dia não houve mais dia...
Eu chamei e ninguém me ouviu
Gritei com voz pouca e rouca
(essa ecoava baixinha)...sozinha..
Sem os bens quê outrora existia
Quem me procurava? " Desistiu!"
Guerras? Agora são as minhas....

Solidão não quer conversa...
Saudades são muitas (nada mais resta)
E a dor? Ah maldita dor...
Tinhas de existir?
Essa é a única que se apressa
engolindo o meu chão...
Lágrimas pôr faltar amor
Rasgavam o meu coração...

Aonde estás "Oh meu orgulho?"
Meu braço forte
...Incerto e inseguro....
Desejei a morte!

Apenas não a-procurei...
Pois foi tanto quê me cansei
(quê me enfadei)

Me vi vagar fraco e em trevas...
A minha tola vaidade
(Meu eu pela metade)
Viver ainda quê sem querer
Acaba acertando do tanto que se erra...

Os dias turvos iam passando
Não havia nada a se fazer...
Eu amava o fim se aproximando
E nada nem ninguém para me deter

"Vida amarga Vida" me provava
Quê viver é a arte da vitória...
Força vinda (quando mais nada restava)
Tenha em si apenas em si sua glória

Tudo passa aprendi
Tudo volta acredite!
Com novos amigos sorri
Um novo alguém ouve minha voz
E não resiste!
Ambos eu e você não estamos sós
 Perca seu medo de viver e de perder
A verdadeira força quê existe está dentro de você!

Guarde bem essa palavra:

-Quando findarem suas armas
-E não encontrardes aliados
secarem-se as lágrimas
Do coração dilacerado-

Se escolher viver mesmo fraco será forte
Se seguir adiante tudo ficará para traz
"Meu bom amigo" isso não e sorte
É força!! É vida!! Antônimo de paz !!

É Guerra...
De um homem só...

A força...

Autor:


Lourisvaldo Lopes da Silva



Joel 3;10
 ...diga o fraco: Eu sou forte.  
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados