music

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

"O meu pai e azul!"


Azul e a cor do homem, Real
Também do anil que tinge o Céu.
Águas desejando cor, Igual,
evaporam, para atravessar,
o azul escuro do véu.


Queria mesmo poder chama-lo de leão!
"O leão azul",
desses quê sobrevivem pôr este chão.
E seu reino se estende de norte a sul.


"Assim como eu!"
(no admirar de meu filho)...
A realeza então prevaleceu...
E o amor azul venceu,
por gerar seu próprio brilho!

Talvez, nem ele, eu, ou o meu filho,
sejamos os mais fortes!
Mas somos como os versos,
em seus estribilhos...
Um corresponde ao outro,
e se precisar enfrentamos a morte!

(E, me pergunto sempre,para Deus)...
"Porquê levar o meu pai embora?"
Saudades do meu avô,
reclamarão os netos meus.
(quando cessa o azul no céu até as nuvens choram)


Desejo para a mais bela das monarquias.
Um mínimo de cem anos,
e que estes sejam bem vividos!
E para cada aniversário,
 uma poesia, (que dure um ano)...


Eu sou pai- para ser filho- para ser avô!!!
E o meu azul, e de solicitude,
e para viver representando essa cor.
Vou ter quê lutar pela minha saúde.


O meu pai e azul...

Autor:

lorisvaldolopes.blogspot.com.br
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados