music

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

A mulher de Cristal...


Podia vê-la estava tão claro os interesses dela,
de encontro ao meu olhar,
fugindo de dentro de si mesma...
Para se perder diante do meu sonhar,
decidida a viver os teus segredos!


Era sua noite para a minha fantasia,
entre os seus medos,tudo aquilo que eu queria...
Estava consciente, de não se render,
encantava essa magia,
que ocultavas e que deixavas transparecer!


Surgiu entre meus sonhos de boêmio que estavas a vagar,
lá estava ela, (eu conseguia ouvir o seu olhar),
aquele pulsar dentro do seu coração...
Arrastava-me ao encontro dela!
Foi ao teu convite, que os meus desejos iriam se entregar,
por tamanha  sedução,
se despreza o perceber,
apenas se obedece ao que chamam de  (coração)...


Estava intensa, roubando tudo em sua volta...
Me pediu silencio, e entre seus beijos (juras e revoltas)...
Não era vista, por não querer...
E tão pouca foi amada sem a perceberem!
Tudo que me pediu e que desejaria desaparecer,
fugir por algumas horas...


Eu a escondi em mim, a protegia, em meus carinhos  beijos e abraços!
E lhe confessei não querer o nosso fim, (por favor não vá embora)
Mais tinha de amanhecer,
a vida não se culpa de desencontros!
E eu precisaria de incontáveis dias para te conhecer...
(mais tinha que amanhecer)  :   )


E existem sonhos reais,
que sempre viveram apenas em sonhos...
E são tristes, amar os teus sinais...
E a realidade segue pouco a pouco, te procurando!

Assim se foi, a minha amada desconhecida,
 Mulher de cristal...
Sem nada ter me escondido...Sem nada ter me negado!
Me deixou sem pistas e deste amor, ficaram as marcas de teu sinal!
E por noites boêmias, tenho a procurado!
(tenho a desejado)


Não posso descreve-la, (era noite em nós),
e a sensação de um não querer partir, nos mantinham  juntinhos...
Dá pra se dar rosto? A abraços e carinhos?.
Há um corpo que  foges me deixando só?
A revoltar, contra os dias e horas,
(que partem os sentimentos de forma letal)...
A esta que tanto desejei,
(Por nunca tê-la encontrado, não vou aceitar o final)
Vou chama-la de....

A Mulher de Cristal...


Autor:


lorisvaldolopes.blogspot.com.br
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados