music

terça-feira, 24 de novembro de 2015

"Amor a poesia"...





Ela me chama pra fora,
quando penso está sozinho...
Partes de meus sonhos explora,
aconchego-me no seu ninho!

De, onde observamos, as belas,
e aprendemos com as feras,
razões também, todas (aquelas)
Que passam ao longe do  rebanho de quimeras!


Quantas vezes, me encontrei triste,
não queria dizer (sem alegria)
Mas, ela respira , inspira e em mim resiste!
Descobri teu nome (poesia)


Poesia não e ser alheio,
nem palpites de bons agrados!
Hoje, não tenho mais, receios,
onde vou ela vai, somos pra frente,
nem precisamos ser convidados!


Ela esta aqui, dentro do meu peito,
correndo em minhas veias...
Encontrei os meus defeitos,
se exibindo entre as areias,
do tempo,
Ela se guardou pra mim,
imaculada a este meu convento!
Quanto mais eu penso, mais desejo fluir...


A poesia, e minha amada versejante,
quem ousa se oferecer?  " Sou eu!"
Encontrei na lua o segredo dos amantes,
a minha parte tristemente obscura morreu!


Hoje posso amar ate o quê eu não vejo!
E desafiar as dúvidas, perguntem-me se eu minto?
A maior verdade em mim, e aquela que eu percebo!
O melhor prazer e este, quê eu não finjo...


E quantos prazeres ela me traz,
das minhas limitações, afluem desejos...
Já recém, nascia junto a mim os anseios de paz..
Os nomes neste mundo,
(dos bravos, dos medos, e dos imaginários segredos)


Quem conhece-la, conhecerá ao poeta,
são apenas um (e, só)...
Pra ter seu amar tanto assim,
vou te ofereço o meu melhor...


Que veio de Deus ao meu encontro,
despertando, a minha bela adormecida,
Sou os versos e ela a poesia, sou a imaginação
 (a enamorada) dos contos!
E outroras sem nomes, sem faces e sem gostos,
as pequenas coisas desta vida,


Agora ela tem um nome (Poesia)
Tem um gosto (desejo)
Tem um rosto ( fantasia)
E uma busca (ensejos)


Amor a poesia...


Autor:


lorisvaldolopes.blogspot.com.br
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados