music

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Verbos distintos...


A história nunca para
E a vida jamais se limita...

Por maior quê sejam as semelhanças...
As sensações são únicas, é cada qual escreve as suas próprias lembranças...

Nunca queira, ser igual
isso o tornaria estranho e diferente...

Teu tom, Tua cifra
Tua canção seja única, é ela quem te decifra!

Um bem comum brilha
entre desiguais, alvejando o mesmo  alvo, 
somos mesmos parecidos,  diferentes e muito distintos!

Livres para sermos o quê quisermos
se renunciarmos, nosso direito único de ser, não existiremos!

O homem quê de si mesmo orgulha,
Supera qualquer defeito! (Mesmo imperfeito)

E bom ser normal, admirar nossas outras loucuras
E bom ser louco, e aprender  calmamente

Todos temos um pouco de todos, 
isso e ser único e perfeitamente
Verbos distintos!

Autor:

Lourisvaldo Lopes da Silva
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados