music

sábado, 6 de fevereiro de 2016

"Deixe-me te amar"




Um pedido
Ao teu consentir
Não existe atrevido
Sem (outro querer) existir

A luz quê invade
Até no céu têm o seu tempo...
Madrugada e por do sol, anunciam, já é tarde

Sincronia livremente perfeita, desfrutando seus momentos!

Peço  a mulher  quê  amo permissão
Para este grande amor meu
Haja céu no teu coração
Dias e noites quê este amor não viveu



Quê ao recolher-se no universo o brilho das estrelas
As nossas noites, jamais serão frias
Quando o sorriso da luz do dia prenunciar o calor
Quero tê-la!  Para sempre minha!

São inspirações quê permitem a poesia
para o acordo, existe o estender das mãos!
Assim como a tristeza se rendeu para a alegria...
Completamente a ti entreguei o meu coração!


Amada minha, o maior poder é aquele que ganha o direito de existir!
De todas as historias contadas a mais bonita (foi aquela que aconteceu)...
A maior liberdade está sobre aquele que não precisa mais fugir...
Só ama de verdade, aquele qual, sobre o tal, o amor prevaleceu!


A nossa frente está se exibindo a vida...
Ela sabe reconhecer um grande amor!
Oferece-nos tempo, para nossa historia ser vivida...
Basta a ti, aceitar este meu amor!

Deixe-me te amar...



Autor:

Lourisvaldo Lopes da Silva
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados