music

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Lind'Alva amada...



Deslizando suavemente se vai as horas pela sombra
Vestígios da noite penumbram pela minha  madrugada
Alegra-te ao teu  amanhecer como se, de tudo, apenas zombas
Abra as janelas para despertar, Lind'Alva para ser amada


Das primeiras horas de um dia, ela é o suave frescor
Da calma madrugada, não há umbras que oculte sua lembrança
Quê fez, de mim o teu alvor
Quê fez de mim raiada esperança
Quê devolve-me a mim, com a chegada do teu amor...

Lind'Alva sob as tenras mãos de aurora
Aquecestes todo o meu corpo
Mandastes minha escuridão embora
Me oferecestes novos dias, a cada dia novo

Para raiar o sol sobre nós dois
Nos aqueceram as sombras, até precoce madrugada
Lind'Alva timida beleza te acobertam nestes lençóis
Tens novos dias após cada dia novo
para serdes sempre amada, para serdes sempre desejada
Linda Alva...Acalma a minh'alma com o teu renovo...
E vamos nos eternizar contando sóis!


Autor:

Lourisvaldo Lopes da Silva
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados