music

sábado, 27 de fevereiro de 2016

Unir Versos...




Em um futuro, não muito distante...
O passado é o presente se encontraram
as lembranças são como fieis amantes...
É escondidos entre as recordações se abraçaram...

Deve muito a si mesmo o próprio homem
mas o presente muitas vezes não o mostra!
É no passado grandes sonhos somem
quando chegar no futuro adiante (não terá mais volta)

Nem mais espaço para um novo compor
ainda que te sobeje inspirações (não haverá mais tempo)
Quando versos não se respondem, poetas sentem dor...
É os anseios desejados se encontram no relento!

"Portas que se abrem, não se despeça delas deixando-as trancadas!"

Houve um amor que foi desprezado
depois de usufruída serventia
Como se não bastasse foi maltratado!
Existem sementes que quando caem no chão
voltam, "São os carvalhos de Jurupa em sua valentia! " 
Nenhum sentimento é fraco, se este provém de um solo coração...

Atitudes que não rimam
palavras dispersas sem rumo...
"O futuro se aproxima"
É na sua mão traz o prumo...

É na sua voz o recitar
de cada poema!
O malhete da justiça faz soar...
"Cada verso vale sua pena!"

Viver é desenhar nas nuvens
é pontilhar estrelas...

É reconhecer que sou eu, que faço as escolhas,
posso amar até o universo...
É me limitar ao azul desta bolha
tudo o que eu fizer me seguirá bem de perto!

Viver deve ser como o entrosar das noites é dias
palavras, silêncios é sonhos!
Viver é a arte de se descrever em poesias...
É ser pequeno, médio, grande ou não ter tamanho...

Pois os grandes são os capazes dos próprios pesos...
Como o amor esperado, que se reencontram na velhice!
Olham nos olhos e não sentem medo...
É dos pequenos? Nunca mais duvide!

Unir Versos é corrente de mãos dadas
é orbita solar!!
"Paixão, para sonhar de madrugada"
É a resposta que vem nos encontrar!
  


 Autor:


Lourisvaldo Lopes da Silva
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados