music

domingo, 27 de novembro de 2016



SQUID

A maquina é fria, 
mas não é cega!
E, prontamente obedece,
Surreal molde, "fantasia"
DOS caminhava em trevas
até que, em um dia
acontece!

A maquina é colorida
mas não tem calor!
 Mas, prontamente obedece
se conecta como a vida.
Representando pelo ator
aquilo que ele oferece.

A maquina esta viva
e tem sentimentos!
Como a natureza em avatar
e a bravura de Neo em Matrix
 (A rede preenche nosso silencio)
nosso mergulho em direção ao mar.

Meados de 1999/2000

Squid foi um gênio Hacker 
formado dentro dessa quimera.
Um dia não se sabe como, 
"ele desapareceu!"
 Um eremita lendário e sua fé
Oponente, rejeitará ser a lenda que prospera.
Uma criatura virtual, que recusará o status de deus.
 
 Um dia o conheci,
e procurei nele vestígios
que justificassem sua fama.
Tudo o que eu vi
foi abnegação ao desperdício.
E devoção ao que se ama.  

 Nunca antes tinha visto
algo assim...
Dedicação a quem está do outro lado
Squid era tudo isso
"Um protocolo quebrado"

 Um acordo sem recompensa
um programa moral e suas regras.
Ele, se mudou para algum lugar secreto
Aonde não interferissem em sua ciência

O ápice de uma habilidade é sua entrega.
Talvez hoje ele possa estar por perto,
Fez uma escolha, e a rede faz parte de sua existência.

 Já ouvi dizer que ele sobrevive
administrando grandes e populares jogos virtuais.
E que se sustenta através de doações,

E, que fez da segurança na rede um obra social.
SQUID é um protocolo livre,
 o homem por trás da maquina, é um ausente irmão.
 
Não tenho mais pistas sobre ele,
como está, e aonde ele está.

Desejo a ele e a todos anônimos hackers
que usam suas habilidades para o bem.

 Que prosperem cada dia mais em seus  conhecimentos.
Para o nosso próprio bem.
 
-STATUS-
💻
ON
...


 (Lourisvaldo Lopes da Silva)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados