music

domingo, 23 de abril de 2017

L.L.S Amor a Poesia


Devasta essa terra,
quê de ti espera recompensa!
Partas sozinho, à tua pequena
ilha, te espera!
E na maldita
 (solidão),
ti convença!
Deste teu coração,
que nas dores enterra!!!

Te cobres de ouro,
e te sentes pobre!
Há quem mendiga,
 (e a ti mesmo)
 renegas?
 
Não há,
 bom ladrão,
quem te roube!
 
Esta tua dor aos vermes entrega!
Estalas teu fóssil,
ao forçar de teus medos!
"Existe, tenebrosa?"
 Tal monarquia?

O medo da dor a dor alivia?
Então sepulta, esses dois
enquanto ainda existem dias!
Teu (fúnebre) terás em segredo!!!
E do medo da dor, deste teu medo...
 Aparta-te e a soterra!

Link para a postagem original deste poema;



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados