music

quarta-feira, 23 de março de 2016

O nascimento de aurora...



Entranhas contorcem de dor
(é calada noite),
de luar uivante...
Um abstrato frio treme de ardor
vejo ao longe as marmotas cantantes..

Distantes bem distantes
bem antes de tudo...

As noites já cansadas pariam aurora
é ao chegar da luz do dia
Fugiam...
Pequena órfã sob a tutela das horas

Aurora nascia, crescia, se enegrecia...
me embebecia...
 
Mais uma vez a vi (minha) noite
Jovem moça, oferecendo colo 
para um dia que sonha
dentro do homem que os sonhos apanham...

Quanto mais tarde fica
mais o carinho amadurece!
É ela fica ainda mais bonita
a virada de uma noite de amor, te envaidece!

É nossa filha, nasce todos os dias...

Aurora tem a cor da poesia
descrita pelos dias ligeiros!
É a pura essência de uma noite escura
aos olhos de seu amado...

Aurora tem a cor das poesias...
Recém-nascidas
Todos os dias para todas as vidas! 
 



(Lourisvaldo Lopes da Silva)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados