music

segunda-feira, 6 de março de 2017

"Vai! Segues, ao alento brando."



Vai! Segues, ao alento brando.


Bem próximo! Dita à prenuncia
E o enigma porvir inflama!
Em vão, o anseio infenso 
Inepto afronta, em pertinaz porfia.
Notas extintas, a voz reclama
São inspiros d'um ardor propenso. 

Por quais caminhos, virá? Minh'Alva!
Embarcam sonhos em mares trevas
E tão distantes teus olhos brilham.
Moroso tempo, consome-te! A'calmas
Correntes infantes ('meu amor') navegas!
São promessas fantásticas, à desejadas ilhas... 
      
Desejas tu, que o sonhar afaga
Recosta teu rosto, é tão suave, e brando.
São pelas nuvens que os anjos chegam
Noites e dias, são breves fumaças         
Posso vê-la minha tenra flor, brotando 
Em puro alento, dois amores se entregam.



L.L.S  
(Lourisvaldo Lopes da Silva)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados