music

segunda-feira, 13 de março de 2017

Rogo-te


Poemas e Preces 

A voz ecoa persistindo à busca
Silenciosa, nem pensa em desistir
Não me perguntem quando finda

Tão intensa roga -e- tão revide luta
Tende anseios nobres, fé pra resistir?
Milagres confundem da forma mais linda...

Um mundo de riquezas, brota nos sábios
Um universo desconhecido encanta os loucos
"Nem um nem outro"...? Quem me dera ser;
A canção d'um novo júbilo pelos lábios.

Vindimas minh'alma sedenta ao renovo 
Senhor meu! Espero de ti o querer.

Transformas em dia minha noite
Quando em sonhos me deixa acordado
Em tão bela lavoura de trigos...

Não são minhas mãos, que lançam a foice
E me pede Esperança ―Observe calado!
"Deus meu... A prisão do tempo é um castigo."

Porque por dentro, o meu peito arde
Quando de ti, temente eu me aproximo 
És tão forte e tão nítido que me envaidece

 Sempre soubes! Porque apenas tu sempre sabes
Ouves os pensamentos, qual bom pai aos seus filhos
Busco e louvo-te, entre singelos poemas e preces.






 L.L.S
(Lourisvaldo Lopes da Silva)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados