music

quinta-feira, 27 de outubro de 2016



Tropel 


O céu, claro se move, em azáfama
Urdiduras segredadas surpreendem.

  Visões rápidas, d'sortes alçadas ao léu
O ímpeto sagaz ultrapassa a candura.

Ardor q'reténs a frieza, vais, de encontro às chamas  
Apenas tu conquista, se é teu (Não se defendem)

Não à vaidade, que d'leite tamanha ambição,
O indomável labor, inspira contumaz, o plectro!
 
Contundente, o instinto inato, insiste.
Como lampejas a seta, ao raio convidas

Cada tribo eleita, protege a sua vertente  
Tino inseguro observa (o que ensejas)

Deixando pra trás, a duvida daquele olhar tão triste
Que apenas enamorava o cercear da vida.

Vales, desertos, mares e montes seguiu transpondo
  Tudo o que sonhas vês! -Está bem ali, na sua frente
Devora as paisagens para que caibas em ti, às novas cenas.





(Lourisvaldo Lopes da Silva)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados