music

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

"O Deus de Jó!"

...Jó abastardo e próspero.
Livro 18 do antigo testamento
O primeiro dos cinco livros poéticos
da bíblia sagrada (para ser lido em silêncio)
Como uma poesia, para que não percamos nada.

Um espírito mau, diz absurdos
"Assim fica fácil Deus!"
Cercastes o homem de tudo,
e de nada se esqueceu!

Jó desolado, doente e abandonado
foi por sua mulher aconselhado;
"Amaldiçoa teu Deus e morre!!!"
Mas a gratidão não é apenas fruto que se colhe
mas satisfação naquilo que se planta.

"Gratidão de mãos vazias!"
Plantio sem ambição,
sementes lançadas no chão,
à palavra certa no tempo certo, Poesia!

...Jó sentiu tamanha dor
que desejou,
Nunca ter nascido!

Jó foi repreendido;
"Tu que apregoastes amor,
 e a tantos fortaleceu e ajudou!"

-Pensas, que por tais sandices ditas
Serás justificado por Deus?

(Certas preces não podem ser atendidas)
E algumas coisas não podem ser mudadas
...Pelos homens!

Mas nada é impossível para o Deus de Jó
Que também é o meu e o seu
Por um momento pode até parecer
...Mas nunca estamos sós
se nele esperarmos, ele vai aparecer!

Como apareceu a Jó, quando perto do fim ele chegava
Deus então se apresentou a ele.
Mesmo quando o mundo todo está contra
nossa história pode ser mudada.
Se aceitarmos que tudo o que precisamos em nossas vidas
é a presença dele, ele lança por terra quem nos afronta!


"O Deus de Jó"...
É,
-O Nosso Deus!





 (Lourisvaldo Lopes da Silva)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados