music

sábado, 18 de julho de 2015

O lobo e a lua...




-O lobo não vem!

-Dizia a sí mesma a lua.

-Cheia como nunca.

-Aguardava pelos uivos.

-Tão bela quanto soberba, os olhos que a viram sabem bem disso.

-De fato!-Os grandes não se entregam ao anonimato!

-E o lobo?

-Resplandecia a lua suas indagações.

-De repente!-ouviu seus uivos ecoando até seus ouvidos.

-E mais que apressada lhe reclama!-Porque demoraste tanto?

-Não sou eu motivo de seus encantos?

-Esperava cortejos a dona da noite.

-Instintivamente o lobo não para de uivar.

-Ecos surgem por todos os lados!

-São respostas! 

-e o bando do lobo aceitando o convite para caçar.

-A lua cheia de repente nota,que nem tudo gira a sua volta!

-mais seu brilho era propicio a uma boa caçada.

-Até os dias hoje, soberbamente cheia ,ela chora.

-O lobo está uivando de olhos fitos no céu!

-A lua já se uniu a densa solidão do universo.

- "O lobo e a lua".

-Nunca deixaram de existir nos versos!


Moral da historia: A sí mesmo Ama! Quem espera amor que vem da fama!


autor:

lorisvaldolopes.blogspot.com.br





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados