music

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Poema (O Medo Angelical)


O Medo Angelical

Os desejos dúbios me atormentam
Tenho pavor mortal de todas as solidões
Descubro-me em partes e frações 
Entre anseios obstinados que se reinventam...
 
Sabe amor? Sabe a dor? "Não quero ser!"
Nada que nunca se realize em verdade
Nada que possa causar-nos tanta saudade
É bom ter! É bom ser! É bom nunca perder

Anjos não dormem em noites escuras
Meus medos são os medos dela
Ruas desertas em noites quimeras
Ó Céus guarda-nos n'ssa inocente candura...



L.L.S
('Lourisvaldo Lopes da Silva')
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados