music

domingo, 28 de junho de 2015

Palavras distantes...

Palavras distantes...

Tão distantes , de um conhecimento de expressão...
Vê se beleza , e essa foge deixando sua indagação!

Onde vais com tanta pressa, se perdendo em meio
aos devaneios...
Recusando, meu limitado conhecimento!
A desaparecer como pequena folha,levada pelos ventos.

Serei levado a escrever fim?
Em uma imaginaria, poesia que se afasta de mim!

Poderei eu desfrutar um fim de tarde?
Se não houve começo, também não haverá saudades...

Tão nítida como a esperança,
tem seu homizio recôndito em minhas lembranças!

 Gostaria muito de transformar-te em escrita, mais andas tão distante! 


Lourisvaldo Lopes da Silva.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Posts Relacionados